Home Saúde REBOUÇAS -Explicando: Como ocorre a depressão no ambiente empresarial

REBOUÇAS -Explicando: Como ocorre a depressão no ambiente empresarial

0

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que, até 2020, a depressão passará da 4ª para a 2ª colocada entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo. Estima-se que 121 milhões de pessoas sofram com a doença, sendo 17 milhões só no Brasil.

“A depressão pode ser ocasionada por diversos fatores biológicos e psicológicos, porém dependendo do ambiente  em que a pessoas está,  ela pode ser agravada ou desencadeada. Por exemplo no trabalho,  ritmo acelerado e exigente do mercado contribui para que cada vez mais trabalhadores brasileiros sejam diagnosticados com depressão”, exemplifica Tania Selhorst, secretária municipal de Saúde de Rebuças.

De acordo com ela, a depressão deixou de ser um assunto tabu nos últimos anos e tem feito parte de pautas dos mais variados setores.  “No ambiente corporativo – como exemplo – esta doença, que é muitas vezes silenciosa, pode trazer consequências graves para o relacionamento interpessoal dos colaboradores”, diz Tania.

No Brasil, uma pesquisa realizada pela Isma-BR (International Stress Management Association no Brasil) estima que atualmente a síndrome de Burnout acomete cerca de 33 milhões de brasileiros. Essa síndrome é um distúrbio psíquico, caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalhos desgastantes.

Alguns sinais podem revelar se algum colaborador está passando por situações adversas e pode estar desencadeando uma depressão.
– Mudança drástica de conduta – de repente alguém extrovertido passa a ficar um pouco apático;
– Isolamento e não se socialização com os demais colegas;
– Desenvolvimento de problemas de conduta – muitos acabam se tornando agressivos para esconder a dor;
– Falta de motivação ou autoestima;
– Perda drástica da produtividade e do foco durante o expediente;
– Reações exacerbadas às críticas ou sugestões.

Como prevenir?
O primeiro passo é o reconhecimento da depressão como uma doença e não algo passageiro. Depois, o departamento de Recursos Humanos deve realizar um planejamento para que o grupo de colaboradores esteja sempre sob o olhar de um profissional. Amanda Pscheidt elencou algumas das atitudes que podem ser incorporadas às práticas empresariais:
– Incluir assistência psicológica para os colaboradores;
– Planejar ações para a qualidade de vida no trabalho;
– Avaliar constantemente a cultura organizacional;
– Praticar auto feedback;
– Treinar e desenvolver funcionários;
– Realizar a escuta empática de colaboradores.

,

Comentários estão fechados.

Veja Também

E AGORA? PI: Candidatos que não cumprirem protocolos de saúde podem ser punidos pela Vigilância Sanitária

A Diretoria de Vigilância Sanitária do Piauí confirmou que candidatos e partidos políticos…