Home Geral Falta de chuvas no Paraná, causa efeitos negativos na agricultura, saúde e agrava riscos de incêndios

Falta de chuvas no Paraná, causa efeitos negativos na agricultura, saúde e agrava riscos de incêndios

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

O Paraná há mais de um ano, vive uma estiagem sem precedentes, com chuvas abaixo da média e redução da vazão de rios e poços utilizados para abastecimento. No início de agosto, o governo estadual publicou o quarto decreto de emergência hídrica no Paraná, em sequência, reconhecendo a gravidade da estiagem e priorizando o uso da água para abastecimento humano e animal. Em julho, houve 1.505 focos de queimadas no Paraná, 125% a mais que no mesmo mês do ano passado. Nos primeiros dias de agosto, as ocorrências mais do que dobraram, passando de 674 registros entre os dias 1º e 8 de agosto, contra 329 no mesmo período de 2020.

O diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky, destaca que a condição atual evidencia os graves efeitos da degradação ambiental em todo o planeta.


Sem chuvas significativas no momento do plantio de grãos, muitos produtores atrasaram a semeadura, fazendo com que a produção sofresse impacto de pragas e de geadas fora dos ciclos convencionais. A quebra na produção de milho, por exemplo, foi de 58% na segunda safra em relação ao mesmo período da cultura no ano passado, acarretando um prejuízo de doze bilhões de reais na economia.

De acordo com o chefe do Departamento de Economia Rural, Salatiel Turra, como consequência o grão de milho está 124% mais caro do que no ano passado, com reflexos na criação de frango, peixe e porco.

A falta de chuvas, também deixa o tempo seco, com pouca umidade no ar, e consequentemente contribui para o ressecamento da mucosa das vias aéreas, o que acaba facilitando o surgimento de alergias, asma, bronquite, dermatites, gripes e resfriados. E como consequência infecções bacterianas secundárias como pneumonia, sinusite, otites e laringites. Como maneira de amenizar os efeitos da crise hídrica no estado, mais cidades foram incluídas no rodízio de abastecimento da Sanepar.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Após engasgo com carne, Wilson Fittipaldi não resiste e morre em São Paulo aos 80 anos

O automobilismo brasileiro perdeu uma de suas figuras mais marcantes nesta sexta-feira (23…