Home Geral “Orfãos da pandemia” podem ter programas de apoio psicológico e financeiro

“Orfãos da pandemia” podem ter programas de apoio psicológico e financeiro

0

Muitas crianças sofrem com a falta de pais ou tutores, vítimas da covid-19. Segundo uma pesquisa publicada pela revista científica The Lancet, mais de 130 mil crianças e adolescentes brasileiros ficaram órfãos por causa da doença desde o início da pandemia até abril deste ano, o que os autores consideraram como uma pandemia oculta. Pensando nisso, dois projetos de lei tramitam na Assembleia Legislativa do Paraná com o objetivo de dar suporte psicológico a estes jovens.

O projeto do deputado Douglas Fabrício (Cidadania) é focado em crianças que perderam ambos os pais e prevê também um auxílio financeiro para dar suporte até a maioridade. Já o projeto do deputado Do Carmo (PSL) prevê a criação de um Programa específico para atendimento psicológico e social de crianças e adolescentes que tenham perdido pai, mãe ou tutor por conta do coronavírus.

De acordo com a médica pediatra e psicanalista, Luci Pfeiffer, o maior problema é que estas mortes ocorreram, na maior parte das vezes, de forma abrupta.

Ela diz que o acompanhamento profissional é importante para que a criança possa superar a perda do ente querido e ter uma vida feliz. E o processo de superação do luto tem um tempo diferente dependendo de como era o contato entre a pessoa que se foi e a criança.

Ela indica que é preciso tomar cuidado com o que se fala sobre a situação com  a criança, já que é possível que elas se entendam como culpadas do que aconteceu ou acreditem que os pais ou tutores falecidos queriam se distanciar dela. Além disso, a psicanalista orienta que não deve haver medo de falar da morte mas é preciso também mostrar a continuidade do legado daqueles que se foram.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Promotor de Justiça fala sobre crimes contra a honra

Crimes contra a honra, como a calúnia, a injúria e a difamação, tema bastante popular e qu…