Home Saúde CUIDADO! Em 90 dias média de infecção pelo coronavírus em crianças e adolescentes triplica no Paraná

CUIDADO! Em 90 dias média de infecção pelo coronavírus em crianças e adolescentes triplica no Paraná

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Em 90 dias, a média de infecção pelo coronavírus entre crianças e adolescentes triplicou no Paraná. De março a novembro, uma média de 3.387 menores de 18 anos se infectaram pela doença, por mês. De dezembro a fevereiro, uma média de 10.122 crianças e adolescentes contraíram a Covid-19, a cada mês. A média mensal de mortes na faixa etária dobrou, subindo de 2 para 4 por mês, na comparação entre os períodos. De março a novembro, 20 crianças e adolescentes morreram em decorrência da Covid-19. De dezembro a fevereiro, 11 mortes foram confirmadas.

Os números foram calculados pela equipe de reportagem da BandNews FM, a partir dos dados dos informes epidemiológicos divulgados diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde. Para o vice-diretor técnico e médico infectologista pediátrico do Hospital Pequeno Príncipe em Curitiba, Victor Horácio de Souza Costa Júnior, crianças podem contrair a Covid-19. Ele comenta que as teorias que dizem que crianças não se infectam pela doença, não puderam ser comprovadas em estudos científicos.

 

O médico comenta que as crianças que contraíram a Covid-19 podem desenvolver sequelas, após a recuperação da fase mais aguda da doença. As complicações podem atingir o trato respiratório e também o coração, com o surgimento de problemas cardíacos.

Os sintomas do coronavírus em crianças são os mesmos dos adultos – cansaço, coriza e tosse seca. O médico alerta que pacientes pediátricos podem não desenvolver a febre e, ainda assim, estarem infectados com a doença.

Até o momento, não há uma vacina com eficácia comprovada e aprovada para o uso em menores de 18 anos. A faixa etária não participou dos testes de desenvolvimento das principais vacinas disponíveis no mundo.

Evitar aglomerações, higienizar as mãos e o uso de máscaras continuam sendo as principais medidas de proteção contra a Covid-19, especialmente para as crianças.

 

O aumento no número de infecções tem refletido na taxa de ocupação de leitos de UTIs pediátricas do SUS exclusivas para a Covid-19. No interior do Paraná, os 12 leitos de terapia intensiva para crianças, instalados em Maringá, Londrina e Pato Branco, estão ocupados. Em todo o estado, a taxa de ocupação está em 64%.

 

CBN

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças registra 30 novos casos de dengue em uma semana

Durante os dias 15/04 a 19/04/2024, foram identificados 30 novos casos de dengue entre os …