Home Saúde Sobre sufocamento bebê- 13 alertas

Sobre sufocamento bebê- 13 alertas

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Priscila Currie é paramédica brasileira que trabalha há quase 20 anos em Londres.

Ela apresenta lista com 13 alertas para evitar o sufocamento de bebês na cama!

A maternidade é uma dádiva. Um momento mágico para toda família, mas que também requer nova rotina para os papais. Inclusive para a mamãe, que fica mais cansada entre as mamadas e cuidados com o recém-nascido.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Infelizmente, acidentes nesta fase são mais comuns do que imaginamos. Dessa forma, Priscila Currie – paramédica brasileira que trabalha há quase 20 anos em Londres, acaba de fazer uma listinha essencial.

Entenda melhor os passos da paramédica:

1 -Nunca durma com o bebê no sofá, poltrona ou superfície inadequada. Ao pegar no sono, muitas vezes, nos viramos de uma lado e outro e esse movimento pode machucar ou sufocar o bebê indefeso.

2 -Coloque o bebê para dormir longe de qualquer pessoa que esteja com efeito de álcool e ou drogas.
3 – Pessoas obesas, com cansaço extremo ou com efeitos de medicamentos, que possam afetar seu estado de consciência e sua capacidade de ação, não devem compartilhar cama com bebês.

4 – Coloque o bebê para dormir de barriga para cima. Assim diminui o risco da Síndrome de Morte Súbita no Lactente (SMSL).
Obs: Segundo a pediatra Dra. Veronica Cazoni, ( Pediatra), o último estudo feito pela Academia Americana de Pediatria (AAP) relatou que a cama compartilhada pode aumentar de 5 a 10 vezes o risco de Morte Súbita em bebes menores de quatro meses de vida. “Uma vez que a criança consiga rolar da posição supina para a prona e vice-versa, ela poderá ser mantida na posição que assumir”, alerta Veronica.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

5 -Coloque o bebê para dormir longe de pessoas fumantes ou objetos /roupas com cheiro de cigarro. Além de causar alergia, a fumaça pode prejudicar a sua respiração.

6 – O bebê nunca deve ser deixado sozinho em uma cama de adulto. Eles se mexem e podem cair do local, fraturando algum osso, batendo a cabeça e ter uma convulsão. É muito perigoso.

7- Se o bebê estiver na cama, deixe o colchão afastado de paredes e móveis para impedir que a cabeça ou o corpo do bebê fiquem presos nos vãos.

8- A superfície da cama deve ser firme, sem cobertores, travesseiros, pelúcia ou objetos que possam causar cobertura acidental da cabeça do bebê e asfixia. Prefira deixar o bebê no berço, que tem grades adequadas para sua idade.

9- A adoção da posição em C é a ideal. Com os joelhos dobrados para cima, a mãe coloca o bebezinho próximo de seu peito e acima dos joelhos, o que faz com que o bebê fique protegido de se mover muito e acabar caindo da cama ou se enrolando nos cobertores.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

10- Bebês menores de um ano não devem compartilhar cama com outros irmãos pequenos.

11- Utilizar um berço acoplado a cama dos pais pelo menos durante os primeiros 3 meses e no caso de bebês prematuros ou baixo peso.

12- Alerta extra: se um dos pais tiver cabelo comprido, deve amarrá-lo num coque.

13- O bebê não deve estar exageradamente agasalhado, nem o quarto muito aquecido.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças: Importância da Vacinação contra a Poliomielite

**Situação Atual da Vacinação:** Em 2021, a cobertura vacinal para crianças menores de um …