Home Notícias Regionais “A máscara é pra sempre”, afirma Rangel; prefeito alerta para uma segunda onda de Covid-19

“A máscara é pra sempre”, afirma Rangel; prefeito alerta para uma segunda onda de Covid-19

1

Na manhã desta quinta-feira (14), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel reforçou a importância do distanciamento social para prevenir o contágio pelo novo coronavírus, revelou que acredita que o uso de máscara de proteção fará parte do dia a dia e admitiu preocupação com uma possível segunda onda de casos de Covid-19.

Rangel lembra que a indústria, o comércio e o setor de serviços estão funcionando em Ponta Grossa, ainda que com restrições, e isso pode dar a falsa impressão de que a vida está voltando ao normal. “Aquele normal, lá do início do ano, nós nunca mais vamos ter”, alerta. “A doença não vai desaparecer da noite para o dia. A verdade é que nós vamos viver a partir de hoje um novo momento nas nossas vidas”, enfatiza.

O prefeito reforça que a prevenção e o distanciamento social continuarão sendo necessários por um longo período e frisa que o uso de máscara de proteção fará parte do dia a dia. “As pessoas precisam ter o discernimento de que a máscara é para sempre. Mesmo que termine a pandemia amanhã, descubram um medicamento ou uma vacina, os especialistas vão manter a recomendação para que as pessoas continuem de máscara”, acredita. Ele lembra que o equipamento também protege contra o vírus da gripe, H1N1 e outras doenças infecciosas e o uso já é comum em vários países asiáticos.

É também da Ásia que vem o alerta para uma segunda onda de contágios. China, Coreia do Sul, Japão e outros países que relaxaram as restrições tiveram um aumento no número de casos confirmados de coronavírus. “Vem aí a onda aguda. Agora não é hora de relaxar”, pede Rangel.

O prefeito faz um apelo para que a população continue adotando medidas de prevenção e enfatiza a velocidade com que o novo coronavírus se espalha. “A gente fala que Ponta Grossa está bem até o presente momento e as pessoas se desprotegendo. Hoje nós estamos bem, mas o número de casos pode explodir de uma hora para outra”, alerta. “A notícia boa acaba às vezes influenciando negativamente as pessoas a não se protegerem”, lamenta.

De acordo com o último boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde, Ponta Grossa possui 26 casos de Covid-19, sendo que 16 pacientes já foram considerados curados. Além disso, existe quatro casos suspeitos hospitalizados que ainda aguardam resultado dos exames e outros 1.611 pacientes monitorados.

As declarações foram dadas durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, comandado por Rangel na Rádio Mundi FM.

D’Ponta

Comentários estão fechados.

Veja Também

Volta às aulas: primeiras cidades que receberiam o plano-piloto são Irati, Guarapuava ou União da Vitória