Home Geral Volumes de chuva mais expressivos são esperados na região Sul ao longo da semana

Volumes de chuva mais expressivos são esperados na região Sul ao longo da semana

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Ao longo da semana, os volumes mais significativos continuarão concentrados na região Sul, em partes da região Sudeste e também na parte oeste da região Norte, que envolve o oeste do Amazonas e também Roraima. É o que alerta a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Andrea Ramos.

Alertas

O Inmet divulgou um alerta para o Sul sobre chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos entre 60 e 100 km/h e queda de granizo. Há também risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

As áreas da região Sul com alerta para as chuvas são oeste, sul e norte catarinense, Grande Florianópolis, Vale do Itajaí, Serrana, sudoeste, noroeste, centro ocidental, sudeste, nordeste e centro oriental rio-grandense, Metropolitana de Porto Alegre, sudeste e centro-sul paranaense.

Segunda-feira

Na segunda-feira (16), a Baixa do Chaco, uma baixa pressão situada no Paraguai, estenderá um cavado, que é uma linha de instabilidade, provocando chuvas, especialmente no sudeste do Rio Grande do Sul, com volumes expressivos no final do dia. A instabilidade também poderá gerar precipitações no oeste de Santa Catarina e sul do Paraná.

Terça-feira

Já na madrugada de terça-feira (17), a meteorologista chama a atenção para a formação de ciclone em alto mar, próximo ao litoral sul do Rio Grande do Sul. “Esse centro de baixa pressão organiza uma frente fria e essa frente fria é que vai proporcionar às chuvas com volumes significativos atuando ao longo da região e com possibilidade de queda de granizo na parte norte do Rio Grande do Sul, tendo chuvas com volumes também em Santa Catarina e no sul do Paraná”, expõe.

Quarta-feira

Ao longo da quarta-feira (18), haverá um deslocamento da frente fria que vai influenciar a condição do tempo também na região Sudeste. Em relação à região Sul, a permanência de centro de baixa pressão próximo ao Paraguai, ainda proporcionará um cavado e vai influenciar as chuvas com volumes significativos, principalmente no oeste do Paraná.

Andrea Ramos afirma que o deslocamento da frente fria vai atingir São Paulo, principalmente a parte leste do estado, sudeste de Minas Gerais, Rio de Janeiro e também o norte do Espírito Santo.

Quinta-feira

Durante a quinta-feira (19) persiste o padrão de chuvas que atinge boa parte de São Paulo, sul e centro de Minas Gerais. Possibilidade de chuva também no sul e centro do Rio de Janeiro, porém os volumes mais significativos acontecem no Espírito Santo, principalmente na parte sul do estado.

Na região Sul, o Rio Grande do Sul e Santa Catarina têm poucas possibilidade de chuva, enquanto o oeste do Paraná, influenciado por uma baixa pressão, deve receber chuvas mais expressivas. Ainda que o foco esteja no oeste paranaense, não se descarta a possibilidade de chuvas na parte leste do estado.

Sexta-feira

Na sexta-feira (20) há tendência de chuvas com uma maior frequência na região Centro-Oeste, principalmente no sul e centro de Goiás, no nordeste e sul de Mato Grosso do Sul e também na parte noroeste de Mato Grosso. Para o Norte, a sexta segue com volumes mais significativos ocorrendo principalmente em Roraima, norte e oeste do Amazonas, Acre e norte de Rondônia.

Fonte: Brasil 61

Comentários estão fechados.

Veja Também

Caminho do Mel  em Rebouças: Evento de Ecoturismo e Agricultura Familiar Acontece em 23 de Junho

Secretaria Municipal de Agricultura e Turismo promove Caminhada na Natureza com foco na ap…