Home Saúde Secretária lembra que Julho amarelo alerta sobre os cuidados de prevenção das hepatites

Secretária lembra que Julho amarelo alerta sobre os cuidados de prevenção das hepatites

0
clique aqui e receba nossas notícias:

A Secretária Municipal de Saúde de Rebouças, Tania Selhorst lembra que o mês de julho é voltado as ações de prevenção e atenção às hepatites.

“Conforme lembrou o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto,  na atualidade, temos disponíveis várias ferramentas eficazes para o combate às hepatites, como a vacina; que garante a prevenção das hepatites A e B, além dos testes rápidos, exames laboratoriais e medicamentos fornecidos“,  destaca  Tania.
Neste momento, em que a  Covid-19 é o foco do sistema de saúde em todo o mundo, é muito importante o alerta e reforço da vigilância para as doenças que podem ser prevenidas. “Na maioria das vezes as hepatites são silenciosas, ou seja, não apresentam sintomas, por isso a necessidade de estarmos atentos evitando que pessoas se contaminem e que precisem de internamento”, destaca a secretária.

Hepatites – A hepatite A está associada à ingestão de água ou de alimentos contaminados. Existe vacina para este tipo de infecção; está disponível na rede pública e deve ser recebida aos 15 meses de idade.

A hepatite B também tem vacina, recomendada em quatro doses também na infância. A principal indicação é para que os bebês recebam a primeira em até 24 horas após o nascimento. A hepatite B é uma doença crônica e, caso não haja diagnóstico,  pode evoluir por muitos anos provocando  agravos como cirrose, câncer e a falência do fígado.

Sintomas – Ainda que silenciosa na maioria dos casos, a hepatite pode apresentar sintomas tais como: mal-estar, fraqueza, dor de cabeça, febre baixa, falta de apetite, cansaço, náuseas e desconforto abdominal na região do fígado, icterícia (olhos e pele amarelados), fezes esbranquiçadas e urina escura.

Comentários estão fechados.

Veja Também

JÁ ESTÁ FICANDO DE LADO! Número de pessoas que lavam as mãos com frequência é menor do que no início da pandemia

Medidas das mais eficazes para evitar contaminações não apenas pelo novo coronavírus, mas …