Home Política Romanelli destaca a importância do Estado na construção de moradias para famílias pobres do Paraná

Romanelli destaca a importância do Estado na construção de moradias para famílias pobres do Paraná

0
clique aqui e receba nossas notícias:

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) defendeu nesta quarta-feira, 12, que o Estado direcione todo o recurso possível para ajudar famílias de baixa renda a ter acesso à casa própria. “A casa própria é um sonho de todos e o Estado deve se empenhar para torná-lo realidade”, disse.

Romanelli participou do lançamento de uma nova modalidade do programa Casa Fácil Paraná, da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná). Chamada de Valor de Entrada, a novidade permitirá a liberação de um “voucher” de R$ 15 mil para que a família complemente o montante necessário para viabilizar o financiamento de um imóvel.

O programa habitacional do Paraná, destaca o deputado, foi convertido em lei, com a aprovação do projeto pela Assembleia Legislativa no final de 2020. “Não se trata mais só de um programa de governo, que pode mudar a cada quatro anos, mas de uma política de Estado, que deve ser perene”, disse .

Casa Fácil – Segundo o governador Ratinho Junior, a nova modalidade apresentada é o maior programa habitacional realizada no País. O Estado, destaca ele, liberou R$ 450 milhões e pretende atender 30 mil famílias. A expectativa é gerar investimentos de R$ 3 bilhões no mercado de construção e gerar 100 mil empregos.

Romanelli, que já presidiu a Cohapar, conhece bem as necessidades dos paranaenses em relação à moradia. “Cerca de 90% da demanda por casa própria está na faixa da população que recebe até 3 salários mínimos e que tem mais dificuldade para juntar recursos para dar entrada no imóvel”, disse.

“Fui autor da lei que criou o Plano Estadual de Habitação de Interesse Social e fundo específico para, justamente, atender as famílias pobres que não têm condições de acesso aos financiamentos padrão para a construção de moradias”, completou.

Mutirão – Romanelli afirmou que na época da aprovação da lei que criou o programa Casa Fácil propôs uma alteração na legislação, instituindo a possibilidade de fomento público de sistemas construtivos como mutirão e autogestão. “É uma maneira de desburocratizar e acelerar as obras, ampliando o número de famílias beneficiadas com a casa própria”.

O deputado reforça que com mecanismos que assegurem controle e transparência, a construção em sistema de mutirão elimina o custo de mão-de-obra e atende quem mais precisa. “São alternativas com reduzido custo de implantação”, destacou.

“Considerando todas as circunstâncias que o País enfrenta e das dificuldades que o governo federal tem de fazer uma política habitacional, propomos a criação de um sistema construtivo com preço mais reduzido, para beneficiar famílias carentes nesse momento difícil pelo qual passamos”, acrescentou

Comentários estão fechados.

Veja Também

Botão do Pânico é ampliado para todas as regiões do Paraná

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou nesta quinta-feira, 17, que o botão do pâ…