Home Notícias Regionais REBOUÇAS – Na pauta, estacionamento de caminhões e carretas em via pública por longo período

REBOUÇAS – Na pauta, estacionamento de caminhões e carretas em via pública por longo período

0

A atual legislatura Reboucense tem sido bastante requisitada por grande parte da população, em várias questões, buscando a solução dos problemas da comunidade. Isso se dá em virtude da abertura e interesse em estar mais próximo da população, buscando a solução de  demandas da coletividade.
A questão da segurança e melhorias no trânsito tem sido frequentemente um dos enfoques de solicitações – da população – junto aos vereadores e vereadoras, o que gera debates, reuniões e estudos, com o objetivo de que sejam estabelecidos aprimoramentos na área, buscando sempre melhorar a qualidade e a segurança do transito, para o bem da população.
Como exemplo, na tarde de 08 de junho, estiveram reunidos na Câmara Municipal, vários legisladores locais, os quais convidaram para o debate, representante da Polícia Militar, Conselho de Trânsito e Poder Executivo local, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo.
Na pauta sobre trânsito, várias demandas de populares que mais uma vez buscam o apoio da Casa Legislativa.
Foram apresentadas demandas como a colocação de mais redutores de velocidade em vias consideradas com maior risco de acidentes de trânsito. Feita avaliação -positiva- dos trabalhos recentemente concluídos; referente a instalação de tachões, redutores de velocidade, sinalização horizontal de trânsito em várias ruas e, apresentada uma antiga reclamação de diversos moradores: caminhões estacionados por vários dias em vias públicas.
Essa é uma das reclamações, e que foi apresentada na reunião deste dia 08 de junho, até mesmo pelo fato da grande maioria das ruas da cidades serem bastante estreitas.
Caminhões de grande porte estacionados por longos períodos em frente às residências, o que segundo alguns reclamantes, tem gerado desconforto, pouca visibilidade para quem trafega por esses locais. Além disso, o veículo pode ocultar bandidos aguardando moradores, principalmente à noite. Também favorece (como esconderijo) para a venda e o consumo de drogas para usuários aos quais pouco importa fumar perto de algo que poderá ser ou não inflamável pondo todos em risco. E, em virtude do longo período em que ficam estacionados, por seu peso natural, causam o afundamento de pontos da via.
O tema é complexo, e foi debatido entre os presentes.
Uma das soluções seria por meio da Câmara Municipal, uma lei regulamentando essa questão, visto que o mais adequado mesmo seria, aos proprietários de caminhões buscarem alternativas mais fáceis a todos, como um local apropriado para “deixar estacionado” tais veículos por longo período.
O tema agora será alvo de estudos por parte do Legislativo Reboucense, em parceria com o Conselho de Trânsito.
Esse transtorno na realidade vira problema em várias cidades. Uma das soluções realmente é uma legislação específica. Como foi feita em Piratuba, em que a lei 1330/2015 disciplinou o estacionamento de veículos de grande porte no perímetro urbano do munícipio.
Lá, a lei foi mais rígida pois proibiu deixar estacionados em vias públicas do perímetro urbano caminhões, carretas, ônibus, micro ônibus, vans, tratores e outros similares.
A lei também proíbe a circulação de veículos de grande porte em uma determinada avenida, exceto para entrega de mercadorias. Caminhões, carretas máquinas pesadas deverão usar o contorno viário.

Comentários estão fechados.

Veja Também

REBOUÇAS – MP fala sobre flexibilização de Decreto, e orienta os candidatos sobre campanha durante a pandemia de Covid

O Promotor de Justiça da Comarca de Rebouças, Oseas Vogler comentou sobre a possibilidade …