Home Notícias Regionais Rebouças – Missas passam a ser celebradas apenas com 15% da capacidade de fieis

Rebouças – Missas passam a ser celebradas apenas com 15% da capacidade de fieis

0

As igrejas que congregam a Diocese de União da Vitória, após o Decreto do Governo do Estado do Paraná do Decreto 6983/2021, que trata das novas medidas visando conter a grave expansão da Covid-19 em todo o estado, as quais têm força de lei restritiva e, portanto, obrigada a todos, sob risco de sanções penais. Foi publicada em seguida a Resolução 221/2021, da Secretária Estadual da Saúde, regulamentando as medidas neste mesmo sentido para as atividades religiosas de qualquer natureza.

Portanto, partir deste domingo (28), as missas passaram a ser celebradas com 15% da capacidade de participações (anteriormente o limite era de 30%).

Apesar dessa diminuição, as portas dos templos religiosos ainda permanecem abertas. No ano passado, nesta época, iniciava o look down total, onde as igrejas ficaram por mais de três meses totalmente fechadas, sem acesso ao público.

Confira as orientações da Diocese de União da Vitória:

1) Igrejas e capelas: a presença de fiéis pode ser no máximo de 15% da capacidade do espaço físico; 2) Que se cuide para que as orientações já conhecidas acerca da higienização sejam fortemente observadas; 3) O uso de máscara para todos (inclusive para o presidente da celebração) é obrigatório; 4) Que se advirtam às pessoas dos grupos de risco e também crianças não venham às celebrações, por enquanto; 5) Para muitas paróquias, será preferível o uso dos espaços dos salões de eventos, que são maiores e mais arejados, sempre atendo-se à capacidade permitida por lei, bem como o distanciamento. Que não se permita juntar cadeiras nem para os membros da mesma família e que se isolem os lugares nos bancos que não serão utilizados; 6) Continua permitido o atendimento individual, desde que respeitadas as normas concernentes; 7) Que se afixem as normas em lugar visível a todos e as façam cumprir.

Estas são algumas das orientações contidas na Resolução acima citada. Que todos, especialmente as lideranças paroquiais, procurem ler os decretos e resoluções emitidos pelas autoridades de governo, a fim de que a Igreja Católica possa cooperar ao máximo para a contenção da expansão alarmante da Covid-19 em todo o território de nossa diocese. Não podemos criar um clima alarmista, mas é preciso, diante de tantas evidências, reconhecer que estamos vivendo um momento muito grave, o qual deve ser tratado com a seriedade merecida. Se necessário for, estejamos prontos para maiores esforços de cooperação.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças – Urbanismo realiza colocação de redutores de velocidade em regiões de grande fluxo de veículos

Rebouças na atualidade vem recebendo um significativo avanço em pavimentação asfáltica, co…