Home Notícias Regionais Rebouças: Médica veterinária da Secretaria Municipal de Agricultura detalhou sobre Programa de Controle Populacional Canino no município

Rebouças: Médica veterinária da Secretaria Municipal de Agricultura detalhou sobre Programa de Controle Populacional Canino no município

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Foram apresentados dados e também detalhes da estratégia municipal e iniciativas para mitigar o abandono durante o mês de dezembro

Por: Clayton Burgath – Jornalista

Na reunião do Legislativo de Rebouças, na noite de 5 de dezembro, atendendo ao pedido da Mesa Diretora, a médica veterinária Daiane Aparecida Leal, da Secretaria Municipal de Agricultura, juntamente com a estagiária de Veterinária, Andressa Maria Jacomel, apresentou uma síntese do Programa Municipal de Controle Populacional da População Canina de Rebouças. (vídeo ao final do texto0:

Daiane começou citando a Lei Municipal 2026/2017 – Rebouças, que delineia a extinção gradual do Canil Municipal e delineia outras providências. Ela enfatizou o período de transição, esclarecendo que “durante este período, novos animais não serão abrigados no canil, exceto aqueles que representem perigo à integridade física das pessoas em espaços públicos, animais doentes ou feridos que eventualmente forem recolhidos, os quais permanecerão no canil apenas durante o tratamento.”

Em substituição à política de abrigo no canil, o município planeja adotar um programa de controle populacional de animais, buscando a longo prazo uma solução para o excesso de animais. Daiane detalhou: “As castrações serão realizadas prioritariamente nos animais do Canil Municipal, seguidos pelos animais de rua e, posteriormente, nos animais de famílias de baixa renda.” Ela também ressaltou que, somente nos meses de setembro, outubro e novembro, foram registrados 9 pedidos de recolhimento de ninhadas, totalizando 55 filhotes.

No Abrigo Municipal, atualmente, estão acolhidos 47 animais. Daiane destacou que “o investimento em ração, se convertido em castrações de fêmeas caninas, poderia resultar em aproximadamente 12 procedimentos cirúrgicos mensais.” Ela sublinhou a importância dessas castrações: “A cada 10 fêmeas castradas, estima-se a redução de pelo menos 50 filhotes por ano.”

Daiane também apresentou os números de castrações já realizadas: “Desde o ano de 2021 até novembro de 2023, foram esterilizadas 581 fêmeas caninas e 113 machos, além da microchipagem de animais.” Além disso, ela mencionou os diversos serviços prestados, como o atendimento a cães de rua doentes ou feridos, o cuidado com animais silvestres em colaboração com o IAT, e iniciativas educativas para promover a guarda responsável e prevenir o abandono, incluindo palestras, distribuição de panfletos e orientações.

Daiane enfatizou a importância do mês de dezembro no contexto do programa: “Neste período, temos um foco especial na Prevenção do Abandono, já que muitas famílias costumam viajar e acabam por abandonar seus animais domésticos. Nosso objetivo é conscientizar e evitar essa prática, realizando ações específicas para mitigar esse cenário.”

Comentários estão fechados.

Veja Também

RIO AZUL – Prefeito e secretária de Assistência Social anunciam avanços e investimentos para o município

Neste dia 28 de fevereiro, o prefeito de Rio Azul, Leandro Jasinski, acompanhado pela prim…