Home Policiais REBOUÇAS: Duas mulheres são presas em flagrante, por Fraude Processual em caso de Homicídio

REBOUÇAS: Duas mulheres são presas em flagrante, por Fraude Processual em caso de Homicídio

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante duas mulheres (S.C.C. de 32 anos de idade e T.G. de 24 anos de idade) pelo crime de fraude processual. A prisão aconteceu  no dia 31 de janeiro de 2024, na cidade de Rebouças/PR.

A equipe da Polícia Civil, durante investigação acerca do crime de homicídio ocorrido nessa data, colheu depoimentos das testemunhas S.C.C. e T.G. sobre os fatos ocorridos no local do crime.

Em determinado momento, ficou evidente que as testemunhas mentiram e, ao serem confrontadas com a verdade, ambas confessaram ter inovado artificiosamente a cena do crime, tendo agido em conjunto para retirar do local do crime o aparelho celular da vítima, bem como as drogas que estavam na residência.

Com a confissão das investigadas, a Autoridade Policial deu voz de prisão em flagrante pelo crime de fraude processual. A investigada S.C.C. recolheu a fiança e responderá o inquérito policial em liberdade, já a investigada T.G. não recolheu o valor da fiança e segue presa até a realização da audiência de custódia.

Denúncias: A Polícia Civil do Paraná ressalta que trabalha constantemente no combate aos crimes violentos, conduzindo investigações e realizando prisões dos autores. Atrapalhar a investigação policial é crime e pode resultar em prisão de até 4 (quatro) anos de reclusão.

Além disso, a PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em investigações contra esse tipo de crime. As denúncias podem ser feitas de forma anônima, pelo número 197 (PCPR), ou 181 do (Disque denúncia).

Texto e foto: Delegacia P. Civil de Rebouças.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rio Azul – Confraternização na Vila Faber termina em danos a veículo

PM atende ocorrência de danos materiais em confraternização familiar Na madrugada de 23 de…