Home Notícias Regionais Rebouças: Análise da Reunião entre autoridades e representantes do Hospital Darcy Vargas

Rebouças: Análise da Reunião entre autoridades e representantes do Hospital Darcy Vargas

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Pressão Popular e Sugestão de Demissão

Por:Clayton Burgath, jornalista

Segundo informações, vários abaixo-assinados que percorrem a cidade e o interior já somam aproximadamente 2.000 assinaturas pedindo a destituição da atual diretoria do hospital. Durante a reunião do dia 12 de junho, o prefeito de Rebouças, por mais de três vezes, sugeriu diretamente à atual diretora do hospital que a melhor saída face atual situação e pressão popular  seria ela apresentar uma carta de demissão, face à grande pressão popular e visando evitar um desgaste ainda maior da atual diretoria perante os colaboradores e a população.

Divergência de Perspectivas

A reunião de ontem na Câmara de Vereadores de Rebouças expôs de maneira clara a falta de alinhamento entre os diferentes atores envolvidos na gestão do Hospital Dona Darcy Vargas. O prefeito, em sua fala, lembrou que ele como chefe do executivo tem que olhar também a vontade e os anseios da população sempre em primeiro lugar, e destacou a necessidade urgente de reestruturação administrativa do hospital. Segundo ele, sem uma mudança significativa na gestão, a visibilidade do hospital está ameaçada, o que pode resultar em prejuízos significativos para a comunidade que depende dos seus serviços.

Por outro lado, uma das advogadas que representam  a atual diretoria do hospital argumentou que as dificuldades enfrentadas são fruto de uma série de problemas sistêmicos de um passado recente, que não podem ser resolvidos apenas com mudanças administrativas internas. Ela ressaltou que a diretoria tem se empenhado em buscar soluções, mas que precisa de um apoio mais robusto do executivo municipal, incluindo maior aporte de recursos e apoio político.

Visões em Conflito

Essa divergência de perspectivas entre o executivo , vereadores presentes durante a reunião também demonstrando sua insatisfação com a atual realidade do hospital, reflete uma realidade comum em muitas negociações de caráter público, ainda mais quando se trata de saúde. O prefeito e vereadores, com uma visão mais abrangente e preocupados com o impacto político e social, tendem a pressionar por reformas rápidas e visíveis. Já a advogada, aponta para a necessidade da permanência da atual diretoria em  um planejamento de longo prazo , alegando inclusive a necessidade de medidas internas investigativas na busca de culpados eventuais que levaram ao atual desgaste administrativo mas principalmente financeiro do hospital

Conclusão

Como o próprio prefeito falou aos presentes, como não houve um consenso disse o prefeito: “ o tempo será o Senhor da razão “. Cabe salientar que a proposta apresentada pelo hospital seria a princípio, o  município bancar a quitação da dívida trabalhista existente de quase 2 milhões de reais e o hospital pagar ao município em prestação de serviço. Lembrando de que está agendado para o dia 29 de junho uma assembleia entre colaboradores voluntários e a própria parcela da população que visa sacramentar com base no próprio estatuto do hospital a destituição da atual diretoria.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças realiza a 2ª Caminhada Contra o Feminicídio

A concentração foi  às 10h30, deste 22 de julho, na Praça dos Ferroviários. Neste dia ocor…