Home Política Regional Ratinho e Hussein Bakri garantem continuidade da Tarifa Rural Noturna a 12 mil produtores

Ratinho e Hussein Bakri garantem continuidade da Tarifa Rural Noturna a 12 mil produtores

0

O deputado Hussein Bakri (PSD) anunciou, na noite desta quinta-feira (26), que o Governo do Estado vai manter a Tarifa Rural Noturna, que beneficia 12 mil agropecuaristas com um desconto de 60% na conta da energia elétrica consumida entre 21h30 e 6 horas. A decisão do Governador Ratinho Junior (PSD) foi tomada após o parlamentar alertá-lo do impacto que o fim do benefício causaria a setores importantes da economia estadual, envolvidos na produção de aves, suínos, peixes e leite.

Uma lei aprovada e sancionada no ano passado garante o subsídio de R$ 54 milhões ao ano para o pagamento à Copel da energia gasta por esses produtores rurais. No entanto, na última quarta-feira (25), eles receberam mensagens de celular informando que o benefício seria suspenso. A justificativa dos técnicos da Secretaria da Agricultura era de que a Tarifa Rural Noturna não estava levando em conta o perfil dos produtores, beneficiando não apenas aqueles que de fato necessitam do subsídio, mas também grandes agropecuaristas.
O problema foi contornado em uma conversa de Hussein Bakri com o Governador, que também foi alertado por entidades como a Faep (Federação da Agricultura do Paraná) e a Ocepar, que representa as cooperativas do estado. Segundo o Líder do Governo, Ratinho entendeu a importância do apoio financeiro aos produtores, cujas atividades precisam de energia elétrica 24 horas por dia.
No caso das granjas de aves e suínos do Oeste do estado, por exemplo, a energia garante o funcionamento dos equipamentos que fornecem água e alimentação aos animais e também aciona os sistemas de aquecimento e ventilação. “Essa é uma relação em que os dois lados ganham. Os produtores ganham competitividade nacional pagando menos pela energia, enquanto o Governo ganha em impostos com a geração de emprego e renda”, defendeu Hussein Bakri.
Sabedor da importância da energia elétrica para a produção agropecuária do Oeste do Paraná, no ano passado o parlamentar levou até a região o diretor-presidente de distribuição da Copel, Maximiliano Orfali, para debater soluções para as frequentes quedas de energia. Esses episódios têm sido frequentes, sobretudo no interior dos municípios, e causam prejuízos com a morte de animais e também com os gastos adicionais para o acionamento de geradores.
Depois da reunião, foram realizados mutirões em várias cidades para a poda de árvores que entravam em contato com os cabos condutores de energia. Em paralelo, a Diretoria de Distribuição da Copel trabalha na elaboração de um programa de redirecionamento de recursos priorizando o Oeste do Paraná.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Da Liderança do Governo- Em busca da solução dos problemas das universidades estaduais

No primeiro semestre deste ano, a Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade um projet…