Home Geral Protesto solicita criação de Delegacia da Mulher em Irati

Protesto solicita criação de Delegacia da Mulher em Irati

0

Um crime de estupro motivou mais um protesto em frente à Delegacia de Irati nesta sexta-feira (08). Os manifestantes pediam por justiça para o caso e também a melhoria na estrutura de segurança do município, como criação de uma Delegacia da Mulher e do Instituto Médico-Legal (IML).

O crime ocorreu no fim do ano passado, quando uma mulher, que teve a identidade preservada, foi estuprada e violentada. O suspeito é o ex-marido de sua filha, que não foi preso, mesmo após denúncia. No protesto, os manifestantes também pediam por justiça em virtude da situação registrada “A gente quer uma Delegacia para Mulher, onde a gente possa ser bem atendida e justiça para esse monstro”, disse a filha da mulher.

A filha disse que o caso foi denunciado, mas que o suspeito não foi preso porque é preciso esperar um laudo médico do IML. Na região, quem atende esse tipo de ocorrência é o IML de Ponta Grossa. Ela ainda reclamou do atendimento. “Eles falaram que não podiam fazer nada, que tinha que aguardar o retorno do delegado, que seria no dia 4, na segunda-feira. No dia 4, a gente retornou, vim atrás. O delegado não quis escutar ele [o suspeito], ouvir ele, que ele iria ser apresentado pelo advogado dele. O delegado não quis escutar ele, falou que não ia interrogar ele, enquanto não tivesse as provas porque os presos queriam matar ele aqui dentro. E aí ia sobrar para eles, para o Estado. Sem os resultados, não podia dar prisão para ele”, relata.

Ela ainda contou que a vítima e família estão sendo acompanhadas por uma psicóloga e assistente social, mas que ainda há medo já que o suspeito está solto. “A gente tem que permanecer em casa porque ele ameaçou botar fogo, então, não tem como deixar o nosso lar e voltar, não ter nada mais. Tivemos muito sofrimento”, conta.

Patrícia da Luz, Presidente do Conselho Municipal de Segurança

A presidente do Conselho de Segurança, Patrícia da Luz, comentou que a criação de uma Delegacia da Mulher ajudará no atendimento à vítima, mas o procedimento nestes casos continuará o mesmo que o atual. “Ser recebida por mulher, num ambiente não tão hostil, até para elas poderem compreender e um próprio efetivo feminino poder explicar os trâmites do procedimento num caso desse. Acho que é de fundamental importância, amenizaria, em termos esse caso, mas o procedimento processual, penal, ele não muda”, conta.

Ela ainda destaca que a criação da Delegacia da Mulher ajudará a realizar políticas públicas próprias, para ajudar neste atendimento. Além disso, o efetivo também aumenta. “Para você dar uma atenção melhor, especial para essa mulher, vítima desse crime, ou de qualquer outro. Em consonância, talvez, é um sonho, uma batalha, é uma luta que a gente vai atrás, de ter uma equipe pedagógica, uma assistente social, uma psicóloga, para dar de imediato aquele atendimento que é o mais crucial”, explica Patrícia.

Em Irati, a população também aguarda a construção da Delegacia Cidadã para melhorar a infraestrutura da Polícia Civil. “Trazendo a Delegacia Cidadã para Irati, nós vamos pedir também a elevação da subdivisão policial. É somente com a elevação da subdivisão policial que conseguimos instaurar a Delegacia da Mulher porque vem mais um delegado e aumenta o efetivo. Com o aumento do efetivo, abrindo a vaga para mais um delegado, nós conseguimos a instauração”, disse.

Um terreno próximo à Avenida Perimetral João Stoklos já foi doado ao Estado para a construção da Delegacia Cidadã. O procedimento para a doação já foi finalizado e a expectativa é que a assinatura da escritura seja feita na próxima semana. “Posteriormente, nós vamos para a fase de licitar o projeto, que já prevê orçamento do Estado, que prevê a licitação desse projeto. Posteriormente, a gente vai para a licitação da obra. Se tudo correr bem, se continuarmos trabalhando diariamente em cima disso, acredito que no início do ano que vem teremos o início da construção da obra no devido terreno, da indicação, que foi nomeado e passado para o Estado, que fica na perimetral”, relata.

reportagem: NajuáFM

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças – Agenda paroquial de 20 a 26 de setembro

PARÓQUIA SENHOR BOM JESUS: SEGUNDA-FEIRA 19:00- Missa na Matriz TERÇA-FEIRA 19:00- Missa n…