Home Geral Pix agiliza devolução de valores em caso de fraudes e falhas do sistema

Pix agiliza devolução de valores em caso de fraudes e falhas do sistema

0

Nesta terça-feira o sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, o pix, completou 1 ano e ganhou uma nova funcionalidade e mudanças. Entrou em vigor  vigor o Mecanismo Especial de Devolução, para agilizar o ressarcimento em caso de fraude ou de falha operacional das instituições financeiras.

Antes os bancos envolvidos precisavam estabelecer os procedimentos de devolução e agora isso foi padronizado.

(continua após publicidade)

 
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 66)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 64)

No dia 29 vão ser lançados o Pix Saque e o Pix Troco, que vão permitir que o cliente receba valores em espécie nos estabelecimentos que ofertem o serviço. No primeiro caso, o correntista faz um pix para o estabelecimento por meio de código QR e recebe o valor, como um saque comum. Já na modalidade Pix Troco, o saque acontece durante o pagamento de uma compra. O extrato vai especificar a parcela destinada à compra e a quantia sacada como troco.

Além disso, o Banco Central vai estender a modalidade de pagamentos por redes sociais e em aplicativos de mensagens, que hoje estão habilitados apenas para cartões de crédito e débito também para pagamentos por pix, sem necessidade de abrir o aplicativo da instituição financeira.

Os dados mais recentes do Banco Central contabilizam 348,1 milhões de chaves cadastradas até o fim de outubro, com 112,65 milhões de usuários. A maior parte, 105,24 milhões são pessoas físicas.  No último mês, foram movimentados R$ 502 bilhões de reais por este sistema de pagamentos.

Comentários estão fechados.

Veja Também

ENTREVISTA: Especialista esclarece “todo comportamento revela uma falta!”

O jornalista Clayton Burgath  falou sobre o tema, com Beatriz Montenegro, Pedagoga, Neurop…