Home Notícias Regionais Paróquia de Paula Freitas produz máscaras para os fiéis

Paróquia de Paula Freitas produz máscaras para os fiéis

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Além do trabalho espiritual oferecido pela paróquia, com as celebrações, as orações individuais do padre e de seus fiéis, a Igreja São Carlos Borromeu, da cidade de Paula Freitas, se mobilizou para prestar um serviço social à população confeccionando máscaras para proteção contra a Covid-19.

A iniciativa brotou do próprio pároco, padre Marcelo Antônio Rosa, que sentiu a necessidade de ajudar mais o povo indo além do aspecto espiritual. “Estava um dia pensando como poderia ajudar mais, indo além das celebrações e orações pelo povo e me veio a ideia de fazer algumas máscaras. Tentei na mão mesmo produzir e fiz algumas apenas para testar, e deu certo. Mas vi que fazer uma grande quantidade demoraria e fui atrás de pessoas que pudessem me ajudar”, conta o padre dizendo como surgiu a ideia.

Conseguindo doações de tecidos, o pároco comentou com algumas pessoas, que se disponibilizaram em ajudar, mal esperando ele que uma delas ainda lhe emprestaria uma máquina de costura, na qual o próprio padre começou a confeccionar algumas máscaras. “Já que não podemos visitar os doentes, benzer alimentos, visitar o povo, essa máscara é um abraço da paróquia, um gesto de carinho, de gratidão por eles cuidarem da paróquia. E o fato de eu fazer, eu queria pôr a mão ali e fazer, saber que eu fiz, e sentir que estou ajudando de verdade, de alguma forma. Nosso abraço é esta máscara que vai proteger as pessoas, as famílias”, externou ele.

Além de fiéis paroquianos que ajudaram com material, a confecção, e o empréstimo da máquina de costurar, padre Marcelo conta também com o trabalho de duas outras pessoas da cidade de União da Vitória.

Na mesa da cozinha da Casa Paroquial, algumas máscaras produzidas pelo próprio padre Marcelo Antônio, com a máquia emprestada.

Outro motivo que sensibilizou o padre a realizar a ação foi o empenho dos paroquianos em continuar ajudando a paróquia nas contribuições financeiras mesmo com a ausência de alguns atendimentos. Além de perceber esta sensibilidade e doação do povo pela Igreja, padre Marcelo agradece por não haver nenhum caso do coronavírus na cidade até o momento, mas diz que o papel de ajudar na prevenção independe disto. “Mesmo nós celebrando a portas fechadas, o povo não deixou de ajudar. Existe aquela consciência formada mesmo no povo de que a Igreja precisa da ajuda que vem deles. E apesar de não ter nenhum caso em Paula Freitas me preocupo em cuidar do nosso povo, para que eles fiquem bem de alguma forma”, partilha o pároco.

Máscaras produzidas por leigos da paróquia São Carlos Borromeu. Ao lado da máquina de costura, a imagem de São Carlos Borromeu, padroeiro da paróquia de Paula Freitas.

As máscaras produzidas na paróquia são encaminhadas para as famílias dizimistas e também estão à disposição no escritório da paróquia. Todas elas são embaladas e higienizadas. Até o fechamento desta matéria haviam sido distribuídas mais de 300 máscaras, contando com as confeccionadas pelo próprio padre.

Texto: Marcelo S. de Lara
Setor de Comunicação
Diocese de União da Vitória

 

Comentários estão fechados.

Veja Também

Eleição para Direção do Hospital de Caridade Dona Darcy Vargas em Rebouças terá Chapa  Única

No dia 21 de julho, às 13h no plenário da Câmara de Vereadores será a eleição para a nova …