Home Notícias Regionais Nota da Diocese pela profanação causada à Igreja Matriz São Mateus, em São Mateus do Sul

Nota da Diocese pela profanação causada à Igreja Matriz São Mateus, em São Mateus do Sul

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Em resposta ao ocorrido na data de 10 de outubro de 2022, na igreja matriz São Mateus, em São Mateus do Sul – PR, onde por volta do meio dia ocorreu a quebra de 28 imagens de alguns santos, incluindo imagens de Nossa Senhora e do Sagrado Coração de Jesus, Dom Walter Jorge, bispo diocesano de União da Vitória – PR, emitiu uma Nota Oficial na qual se solidariza com os fiéis da Paróquia São Mateus, de toda a cidade, bem como com todos os fiéis católicos diocesanos.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Igreja Matriz São Mateus, em São Mateus do Sul – PR.
Na Nota, o bispo diocesano também exorta a todos para que, mesmo diante de tão grande profanação, os fiéis tenham e alimentem em si os mesmos sentimentos tidos por Jesus Cristo, que na cruz morreu por todos, mostrando exemplo de amor e misericórdia. Que não alimentem no coração sentimentos de ódio e de divisão, muito latente nos tempos atuais. Contudo, espera e deseja que o caso seja bem apurado e o mais elucidado possível, para que a pessoa responsável “possa responder de modo adequado pelos atos que cometeu e para que outros atos semelhantes a este não venham a acontecer mais”.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Ao final da Nota, mais uma vez Dom Walter Jorge se coloca solídário aos fiéis e manifesta votos de em breve os encontrar para em uma celebração realizar um ato religioso de preces e reparação pelo mal cometido e sofrido na igreja que tem como padroeiros São Mateus e Nossa Senhora da Assunção. A Missa de Repação pela profanação se dará nesta terça-feira, 11 de outubro, às 19h, na igreja matriz São Mateus.

NOTA DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA PELA PROFANAÇÃO CAUSADA À IGREJA DE SÃO MATEUS, EM SÃO MATEUS DO SUL – PR

O AMOR QUE SUSTENTA A FRATERNIDADE É A ÚNICA RESPOSTA ADEQUADA AO ÓDIO

Hoje, segunda-feira, 10 de outubro de 2022, nossa querida igreja de São Mateus, em São Mateus do Sul foi violada e várias imagens foram quebradas em seu interior. Ainda não temos pista de quem possa ter feito um ato tão triste e desumano, que atinge a fé e o coração de milhares de pessoas. Confiamos em Deus e esperamos que tal pessoa possa responder de modo adequado pelos atos que cometeu e para que outros atos semelhantes a este não venham a acontecer mais.
Apesar de nossa profunda tristeza pelo ocorrido, nossa fé cristã nos faz ver além, pois somos inspirados pelo Mestre Divino, Jesus Cristo, que venceu o mal em sua raiz ao não reagir com ódio nem mesmo diante da morte; que morreu perdoando e pedindo ao Pai o perdão por aqueles que o matavam. Ele sabia e nos ensinou, que o único caminho para vencer as forças diabólicas que nos incitam ao ódio é por meio de um amor que vai até às últimas consequências.
Estamos presenciando alastrar-se pelo mundo, e também no Brasil, especialmente neste período eleitoral, todo tipo de conflito por meio do ódio que vai dividindo as pessoas, sobretudo usando as redes sociais, levando-os àquela divisão que só faz crescer o mal, que separa as pessoas, que não permite o diálogo, ensinando a ver em quem pensa diferente de nós um inimigo a ser combatido a qualquer preço. Certamente podem ser muitas as causas que levaram a pessoa que profanou nosso templo em São Mateus do Sul a ter feito o que fez, até mesmo um ato de pura insanidade. Mas, no contexto atual, temos que nos alertar para o fato de que possam existir motivações cujo objetivo é espalhar o medo e os conflitos no meio da sociedade.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Deste modo, como Bispo desta porção do povo de Deus, especialmente daqueles que moram em São Mateus do Sul, exorto a todos a que não se deixem mover por outros sentimentos que não aqueles a que são chamados os discípulos verdadeiros de Jesus Cristo. Que não permitam, em hipótese alguma, serem arrastados pelas fáceis interpretações que visam semear discórdia, divisão e medo entre nós. Apesar da profunda consternação que nos causa a quebra de nossas preciosas imagens religiosas, é preciso que todos saibam que não podem quebrar tão facilmente a unidade, a união entre nós. Que saibam que não podem “quebrar” aquela fé recebida em nosso Batismo e fortalecida na Crisma, fé alimentada pela Eucaristia que chama os cristãos a viverem cada vez mais unidos com o Senhor e também unidos entre nós, formando um só corpo, o Corpo de Cristo, que é a Igreja, cujas “portas do inferno não podem prevalecer contra ela” (Mt 16, 18). De fato, nada terá força para vencer nossa fé, desde que estejamos naquele amor que imita o amor de Jesus Cristo, o único caminho que nos fará ter as respostas certas para os acontecimentos agressivos em nossos dias e o único que pode nos manter naquela paz que supera todo entendimento (cf. Fl 4,7).
Que Deus abençoe nosso povo de São Mateus neste momento doloroso, com quem esperamos estar juntos em breve para um ato religioso de preces e reparação pelo mal cometido e sofrido.

+Walter Jorge Pinto
Bispo Diocesano

Fonte: Setor de Comunicação
Diocese de União da Vitória – PR

 

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças realiza a 2ª Caminhada Contra o Feminicídio

A concentração foi  às 10h30, deste 22 de julho, na Praça dos Ferroviários. Neste dia ocor…