Home Notícias Regionais NO PARANÁ, 978 MIL MULHERES PODEM RECEBER ABSORVENTES NA FARMÁCIA POPULAR, DIZ DEPUTADO LUIZ CLAUDIO ROMANELLI (PSD)

NO PARANÁ, 978 MIL MULHERES PODEM RECEBER ABSORVENTES NA FARMÁCIA POPULAR, DIZ DEPUTADO LUIZ CLAUDIO ROMANELLI (PSD)

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Essa medida é, sem dúvida, um passo significativo rumo a uma sociedade mais justa e igualitária. O  Deputado Luiz Claudio Romanell, durante entrevista, comentou sobre a distribuição gratuita de absorventes pelo Governo Federal

Portal:Deputado Romanelli, na sexta-feira (19/01), o governo federal anunciou a distribuição gratuita de absorvente íntimo feminino para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social. Como o senhor avalia essa iniciativa?

Dep. Romanelli:Certamente, é uma medida que merece destaque e apoio. O anúncio do governo federal representa um avanço significativo no combate à pobreza menstrual, uma questão que, felizmente, o Paraná já vem enfrentando com seriedade.

Portal: O senhor mencionou que o Paraná foi pioneiro no debate sobre a pobreza menstrual. Poderia nos falar mais sobre a legislação estadual relacionada a esse tema?

Dep. Romanelli: Com certeza. O Paraná teve um papel importante ao aprovar a Lei Estadual 20.717, em vigor desde 2021, que abriu caminho para a discussão no Congresso Nacional. Essa legislação foi um marco no reconhecimento da necessidade de combater a pobreza menstrual, e a partir deste ano, vemos os resultados concretos com a disponibilidade de absorventes em todas as unidades da Farmácia Popular no país.

Portal: Como o senhor enxerga a importância da distribuição gratuita de absorventes, especialmente para as mulheres em condições mais vulneráveis?

Dep. Romanelli:A distribuição de absorventes é uma política pública essencial para garantir dignidade às meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social. Isso não é apenas uma questão de saúde feminina, mas também um passo importante em direção à igualdade de gênero. Muitas mulheres e meninas, devido à falta de condições financeiras, enfrentam obstáculos sérios, como deixar de trabalhar ou faltar às aulas durante o período menstrual.

Portal:Como o público pode ter acesso a esses absorventes? Há algum critério estabelecido pelo governo federal?

Dep. Romanelli: O governo federal estima distribuir absorventes para um público expressivo, atingindo cerca de 24 milhões de pessoas. Para receber gratuitamente, brasileiras ou estrangeiras entre 10 e 49 anos, inscritas no Cadastro Único, podem se beneficiar. A oferta é direcionada a grupos em situação de vulnerabilidade extrema, incluindo aqueles abaixo da linha da pobreza, matriculados em escolas públicas, em situação de rua ou no sistema prisional. No Paraná, estima-se alcançar cerca de 978 mil pessoas com essa iniciativa.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Vice-Prefeito de Rebouças, destaca importância de evento de Formatura

por: Clayton Burgath – jornalista Rebouças, 23 de maio de 2024 – Na noite de ontem, …