Home Política Regional “Meu Véio”, posta Primeira-dama mais jovem do Brasil

“Meu Véio”, posta Primeira-dama mais jovem do Brasil

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Kauane Rode Camargo Dehaini, casada há nove meses com o prefeito de Araucária, celebra o título de primeira-dama mais jovem do Brasil, compartilhando sua vida com Hissam Hussein Dehaini, de 66 anos, nas redes sociais. A diferença de idade entre o casal ganhou destaque nacional e foi seguida por uma denúncia de nepotismo. Kauane, que acumula 24 mil seguidores no Instagram, se autodenomina mãe de criação do filho mais novo de Hissam, um bebê. Em suas postagens, utiliza termos carinhosos como “habibi” (querido em árabe) e “meu véio”, expressando publicamente seu amor pelo marido.

A jovem ficou conhecida em Araucária durante sua participação no concurso Miss Teen em 2022, quando tinha quinze anos. Nessa época, iniciou seu relacionamento com Hissam, que posteriormente resultou no casamento. Embora tenha casado antes de atingir a chamada capacidade relativa, a legislação brasileira permite que menores de idade se casem com a autorização dos pais, concedida pela família de Kauane. Ela completou 16 anos em 11 de abril de 2022, e no dia seguinte, o cartório da cidade publicou o documento oficializando o processo de habilitação para o casamento civil. A união civil foi formalizada em 15 de abril.

Contudo, a advogada e doutoranda em Justiça, Democracia e Direitos Humanos, Juliana Bertholdi, considera que essa união deveria ser proibida, levantando questionamentos éticos e legais sobre a situação.


Para a doutoranda, o casamento de menores de idade deve ser repensado no Brasil.

Um dia após o casamento, a mãe da adolescente Kauane, Marlene Rode, foi nomeada como secretária de Comunicação e Arte, enquanto a tia, Elizangela Rode, ingressou na Secretaria Municipal de Planejamento. Diante da repercussão negativa, ambas foram exoneradas em 26 de abril do mesmo ano. Em junho, o prefeito Hissam Hussein Dehaini tornou-se alvo de uma operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná, investigando possíveis casos de nepotismo. A residência de Hissam, a sede da administração municipal e o prédio da Câmara Municipal foram alvo de mandados de busca e apreensão.

Em setembro, a 4ª Promotoria de Justiça de Araucária iniciou uma investigação adicional sobre nepotismo, após denúncia do sindicato que representa os funcionários públicos da cidade. Hissam está no segundo mandato como prefeito de Araucária, tendo declarado R$ 14 milhões em bens à Justiça Eleitoral em 2020. Este não é o primeiro episódio polêmico envolvendo o prefeito, que anteriormente foi apontado como chefe de um esquema internacional de tráfico de drogas durante a CPI do Narcotráfico. Em março de 2000, sete anos antes do nascimento de sua esposa, ele foi preso, mas dez anos depois foi inocentado pela Justiça.

informações:BandNews

Comentários estão fechados.

Veja Também

Vice-prefeito de Rebouças, Fábio Marcelo Chiqueto, avalia possibilidade de candidatura após pesquisa favorável

Em ano eleitoral, as especulações começam cedo e, recentemente, chegou ao conhecimento des…