Home Notícias Regionais Irati -Vigilância Epidemiológica alerta sobre a Sífilis em gestantes

Irati -Vigilância Epidemiológica alerta sobre a Sífilis em gestantes

0

O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde está fazendo um alerta a respeito da Sífilis em gestantes. De acordo com a enfermeira Jéssica Cristina Mattos, que trabalha no setor mencionado, de janeiro a maio de 2020, houve dez casos notificados, o que representa mais que o dobro do número de casos deste mesmo período em 2019, quando foram registrados somente três casos.

Vigilância Epidemiológica alerta sobre a Sífilis em gestantes 👇🏻

Vigilância Epidemiológica alerta sobre a Sífilis em gestantes 👇🏻O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde está fazendo um alerta a respeito da Sífilis em gestantes. De acordo com a enfermeira Jéssica Cristina Mattos, que trabalha no setor mencionado, de janeiro a maio de 2020, houve dez casos notificados, o que representa mais que o dobro do número de casos deste mesmo período em 2019, quando foram registrados somente três casos. A preocupação com a Sífilis em mulheres grávidas se dá pelo risco da transmissão vertical da doença para o bebê, caso não seja feito o tratamento adequado e no tempo certo. Segundo a enfermeira Karin Menon, que tem especialidade em Obstetrícia e trabalha na Unidade de Pré-Natal de Irati, a Sífilis congênita é transmitida por meio da placenta, em qualquer momento durante a gravidez ou no parto. As complicações que podem ser causadas pela Sífilis congênita incluem aborto espontâneo, má formação do feto, natimorto, baixo peso ao nascer, nascimento do bebê sudo ou cego, prematuridade, sequelas neurológicas e óbito neonatal. Além disso, depois do nascimento, a criança que tem contato com a Sífilis precisa ficar mais tempo internada para fazer exames e/ou tratamentos, gerando uma situação traumática tanto para a mãe quanto para o filho.Para que se evitem estes problemas, recomenda-se já no início da gestação a realização do pré-natal, que é o acompanhamento médico e de enfermagem prestado à gestante durante a gravidez, para que seja possível a detecção precoce de patologias maternas e/ou fetais, permitindo um desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos para a mulher. Quando descoberta cedo, a Sífilis pode ser tratada, de forma que se minimizem as eventuais consequências. Há também a recomendação para que o parceiro da gestante faça os testes, e que o casal faça o uso de preservativos durante a gestação.Em Irati, o Pré-Natal é desenvolvido no prédio marrom da Secretaria Municipal de Saúde, e fica aberto de segunda a sexta, das 07h às 16h (sem fechar para o horário de almoço). Os telefones para contato são o 3907-3164 e o 9 9914-0833, este último também funcionando como WhatsApp. Neste mesmo setor, as mulheres também podem solicitar os exames para verificar se estão grávidas.

Posted by Prefeitura de Irati on Friday, May 22, 2020

Quer receber as notícias da sua cidade e região? Basta acessar nosso link e pronto, você vai ter as notícias mais importantes na palma da mão! (Portal Notícia da Região)- Clayton Burgath, Jornalista.

A preocupação com a Sífilis em mulheres grávidas se dá pelo risco da transmissão vertical da doença para o bebê, caso não seja feito o tratamento adequado e no tempo certo. Segundo a enfermeira Karin Menon, que tem especialidade em Obstetrícia e trabalha na Unidade de Pré-Natal de Irati, a Sífilis congênita é transmitida por meio da placenta, em qualquer momento durante a gravidez ou no parto.

As complicações que podem ser causadas pela Sífilis congênita incluem aborto espontâneo, má formação do feto, natimorto, baixo peso ao nascer, nascimento do bebê sudo ou cego, prematuridade, sequelas neurológicas e óbito neonatal. Além disso, depois do nascimento, a criança que tem contato com a Sífilis precisa ficar mais tempo internada para fazer exames e/ou tratamentos, gerando uma situação traumática tanto para a mãe quanto para o filho.

Para que se evitem estes problemas, recomenda-se já no início da gestação a realização do pré-natal, que é o acompanhamento médico e de enfermagem prestado à gestante durante a gravidez, para que seja possível a detecção precoce de patologias maternas e/ou fetais, permitindo um desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos para a mulher. Quando descoberta cedo, a Sífilis pode ser tratada, de forma que se minimizem as eventuais consequências. Há também a recomendação para que o parceiro da gestante faça os testes, e que o casal faça o uso de preservativos durante a gestação.

Comentários estão fechados.

Veja Também

REBOUÇAS E REGIÃO – Agora é sua chance de fazer o Curso de Reiki on-line

Célia Andrade é formada na Técnica Reiki Sistema USUI SHIKI RYOHO Nível de Mestrado, prati…