Home Policiais IRATI -Polícia prende suspeita de aplicar golpes no ‘MarketPlace’

IRATI -Polícia prende suspeita de aplicar golpes no ‘MarketPlace’

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100
Além da prisão efetuada em Irati, outras 4 mulheres e 2 homens foram presos. Ademais, foram vistoriados diversos endereços e apreendidos vários objetos e aparelhos de telefonia celular.

Nesta quarta-feira (20), policiais da 41ª Delegacia de Polícia Civil deram cumprimento a mandado de prisão preventiva de uma mulher de 35 anos, investigada pelo crime de estelionato que supostamente seria realizado em plataformas digitais. Além do mandado de prisão, foi cumprida a busca e apreensão de aparelhos telefônicos e cartões bancários da investigada.
Segundo as investigações da Delegacia de Investigações Gerais de Itapeva (SP), a organização agia de dentro do Presídio Regional de Caxias do Sul (RS), angariando possíveis clientes em sites de compras na internet, especialmente pela plataforma MarketPlace, se passando por vendedores e negociando a aquisição de material para construção.

A partir disso, os criminosos recebiam os valores das compras e realizavam ligações telefônicas para as lojas encomendando as mercadorias. Ato contínuo, os golpistas efetuavam falsos pagamentos via PIX para os lojistas que entregavam a mercadoria para o cliente, porém, nada recebiam.
O judiciário paulista expediu os mandados de prisão e busca e apreensão, os quais foram cumpridos simultaneamente nas cidades de Irati (PR), Guaíba (RS), Caxias do Sul (RS), Lageado (RS). A operação contou com a participação de aproximadamente 90 policiais civis. Além da prisão efetuada em Irati, outras 4 mulheres e 2 homens foram presos. Ademais, foram vistoriados diversos endereços e apreendidos vários objetos e aparelhos de telefonia celular.

Informação e Imagem Polícia Civil de Irati
Comentários estão fechados.

Veja Também

Rio Azul – Golpe via WhatsApp faz no vítima

No destacamento policial militar de Rio Azul,  em de 12 de abril, um cidadão compareceu pa…