Home Notícias Regionais Irati – “O Mundo Mágico dos Ningyos” permanece até 28/02

Irati – “O Mundo Mágico dos Ningyos” permanece até 28/02

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

O Museu Oscar Niemeyer (MON) está apresentando em Irati a exposição “O Mundo Mágico dos Ningyos”: uma versão da que está em cartaz no próprio museu. A mostra permanecerá aberta para visitação até o dia 28 de fevereiro de 2021 no Centro Cultural Clube do Comércio, das 8h30 às 11h, e das 13h às 17h.

Interessados em visitar o espaço deverão obrigatoriamente usar máscaras de forma contínua ao longo de sua estadia no local, e que a presença de público deverá obedecer a todos os regramentos estabelecidos pelos Decretos Municipais nº 322/2020 e nº 325/2020.

“Uma das maiores coleções de arte asiática da América Latina, que pertence ao acervo do Museu Oscar Niemeyer (MON) graças a uma generosa doação feita pelo professor Fausto Godoy, apresenta-se aqui num recorte cativante”, explica a diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika.

O mundo mágico dos Ningyos traz para perto do público a singular coleção de bonecos japoneses que, naquele país, extrapolam o lúdico infantil. Muito mais do que brinquedos, são objetos de forte simbologia, revelam costumes e a cultura do Japão.

Fausto Godoy, que assina a curadoria da exposição, explica que os Ningyos ocupam um lugar diferente na sociedade japonesa, em relação aos bonecos no Ocidente. “Para nós, eles são brinquedos, enquanto que no Japão são objetos cheios de significados milenares, que evocam uma atmosfera mágica e ritualística”, diz. “São muito valiosos, frágeis e guardados como tesouros de família.”

Tradicionalmente, os Ningyos são presentes para desejar longevidade, saúde e fertilidade aos recém-nascidos. Também são exibidos pelas famílias em datas especiais e a eles se atribui a missão de proteger e purificar as casas que os recebem.

O significado da palavra Ningyo é “forma humana”: nin (humano, gente) e gyo (forma). “Esses objetos aqui apresentados atravessaram os últimos 200 anos do Japão e mostram um viés pouco explorado, mas extremamente rico, da alma e cultura japonesas”, comenta Godoy.

O local da exposição adotará todos os protocolos sanitários exigidos para evitar a disseminação do coronavírus, incluindo distanciamento, uso obrigatório de máscara e oferta de álcool em gel.

MON – O Museu Oscar Niemeyer (MON) abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção de arte asiática da América Latina.

O acervo conta com aproximadamente 7 mil peças, mantidas num espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, 17 mil deles de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

Comentários estão fechados.

Veja Também

SOBRE HOSPITAL – Prefeitura ingressa com petição pela nulidade do Mandato Irregular da Diretoria

Prefeitura contesta prolongamento indevido do mandato e irregularidades eleitorais. Destaq…