Home Notícias Regionais Irati-COEF comenta percentagens de óbitos que circula em redes sociais

Irati-COEF comenta percentagens de óbitos que circula em redes sociais

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Levando em consideração que vem circulando pelas redes sociais uma mensagem que relaciona percentagens de óbitos entre contaminados pelo Coronavírus em alguns municípios, o coordenador do Centro de Operações Especiais e de Fiscalização da Covid-19 de Irati (COEF) enfermeiro Agostinho Basso presta esclarecimentos importantes.

“Nestes dados que divulgam os percentuais em vários municípios da região, incluindo Irati, consta que temos aqui um índice de óbitos de 1,3%. Esse percentual é levantado levando em consideração todos os casos positivos de Irati em um ano, ou seja, desde março de 2020 até março de 2021. Apesar de ser um dado verdadeiro, é apenas uma das formas de se calcular a mortalidade”, explica o enfermeiro.

Basso comenta que se foram tomados os números totais, Irati em 24 de março de 2021, teria até o levantamento daquele momento, 3.667 casos confirmados, desde o início da pandemia. Ele pondera que fazendo um cálculo em cima dos 50 óbitos ocorridos até esta data, daria exatamente 1,32%. “Mas o que mais nos chama a atenção e nos deixa preocupados, é quando fazemos esta porcentagem por mês. Porque sabemos que até novembro de 2020 a situação permanecia razoável, com poucos casos por dia e a mortalidade era realmente baixa, por era uma outra cepa do vírus”.

O coordenador fala que quando os cálculos começaram a ser feitos mensalmente, ou até na média móvel que é a cada sete dias, as coisas mudaram drasticamente de janeiro de 2021 para cá. “Se formos pegar somente o mês de março, no dia 1º, quando Irati tinha 3.387 casos, até 24 de março, que Irati tem 3,667, são 350 casos novos. Porém, no mesmo período de 24 dias, tivemos 14 óbitos. Isso representa um aumento significativo na mortalidade, que passa a ser de 4%”.

E Basso vai além: “se pegarmos a semana de 16 a 23 de março, tivemos cinco óbitos. Ou seja, tivemos 5,05% de mortalidade. Então precisamos entender e não nos prendermos na informação que Irati tem apenas 1,3% de óbitos, porque isto é um cálculo geral que vem desde um ano atrás, quando os casos da pandemia eram pequenos”.

O coordenador do COEF salienta que Irati precisa tomar como base para tomada de decisões, estes dados mais recentes, como os do último mês e os da média móvel semanal. “Foi uma forma de explicar estes diferentes cálculos, onde o primeiro percentual não reflete a real gravidade do momento atual”, finaliza.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças- Alunos é bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática

Hoje, 13 de abril, o Colégio Estadual do Campo, localizado em Faxinal dos Francos, área  r…