Home Geral Homem morre após carro ser arrastado por trem em Morretes; veja vídeo

Homem morre após carro ser arrastado por trem em Morretes; veja vídeo

0

Um motorista, de 59 anos, morreu após o carro que ele dirigia ser arrastado por um trem, em Morretes, no litoral do Paraná, neste domingo (12). O homem era professor da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) campus Paranaguá e estava sozinho no veículo, que foi atingido quando atravessava a linha férrea, em uma via urbana.

O acidente foi gravado por câmeras de segurança de um estabelecimento na região. O carro foi arrastado por vários metros.

O proprietário do estabelecimento, que prefere não se identificar, relatou à Rádio CBN Curitiba que, em um intervalo de dois meses, é o quarto acidente no local.

No último mês de agosto foi sancionada no Paraná a lei que prevê o desvio das linhas férreas dos centros urbanos no Estado. Mas isso só ocorrerá nos próximos contratos de concessão, com foco nas regiões metropolitanas paranaenses. A medida define que, na renovação das concessões, seja previsto um novo traçado para os trens de carga.

 

 

 

 

 

 

Por meio de nota, a concessionária Rumo disse que “lamenta a ocorrência registrada neste domingo (12), por volta das 7h, em Morretes (PR). O veículo atravessou no momento em que o trem se aproximava. O maquinista acionou a buzina e os freios de emergência, mas não foi possível parar o trem a tempo, devido ao peso e tamanho da composição. A empresa prestou todo o suporte às equipes médicas e de resgate. A concessionária orienta que a travessia pela ferrovia só deve ser feita nas passagens oficiais, com atenção redobrada à sinalização visual e sonora. Sempre mantenha distância segura dos trens, parados ou em movimento. A empresa realiza frequentemente campanhas de segurança e conscientização para alertar a população sobre os cuidados com o trem”.

 

Comentários estão fechados.

Veja Também

Estiagem evidencia importância da proteção de nascentes nas áreas rurais

Há dois anos as equipes do Instituto de Desenvolvimento Rural, o IDR-Paraná, reforçam a pr…