Home Policiais Guamiranga: Homem é detido por estupro de vulnerável contra enteado com doença mental

Guamiranga: Homem é detido por estupro de vulnerável contra enteado com doença mental

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

 Ação da Polícia Civil resultou na prisão de indivíduo acusado de descumprir medida protetiva e praticar abuso contra vítima com doença mental.

Na manhã de sexta-feira (11), a Polícia Civil de Imbituva realizou uma ação que culminou na prisão de um homem de 50 anos de idade na cidade de Guamiranga. O indivíduo enfrenta acusações de estupro de vulnerável contra o próprio enteado, um homem de 40 anos que sofre de doença mental comprovada.

Histórico de acusações e medida protetiva ignorada

O delegado Thiago Andrade, responsável pelo caso, informou que o homem preso  possuía uma denúncia formulada pela Promotoria de Justiça Criminal de Imbituva por estupro de vulnerável. Além disso, uma medida protetiva estava em vigor, proibindo-o de se aproximar da vítima. No entanto, o acusado estava descumprindo a ordem judicial, demonstrando total desrespeito pelas autoridades.

A Promotora de Justiça que atua na Comarca tomou providências para a prisão após as novas informações que surgiram em 8 de agosto, alegando que os abusos ainda estavam ocorrendo. Exames médicos realizados revelaram escoriações e hematomas nas nádegas da vítima, corroborando as alegações de abuso.

Crime de Estupro de Vulnerável

O delegado Thiago Andrade explicou que o crime de estupro de vulnerável está previsto no artigo 217-A do Código Penal. O delito ocorre quando alguém pratica um ato sexual com uma pessoa menor de 14 anos, ou que, devido a enfermidade ou doença mental, não possui discernimento para consentir ou resistir ao ato. A pena para esse crime varia de 8 a 15 anos de reclusão.

Desfecho da Prisão

O homem detido foi conduzido ao sistema penitenciário e ficará à disposição da Justiça. O delegado Thiago Andrade ressaltou a importância da ação policial e do Ministério Público para a proteção das vítimas de abuso e a aplicação da lei. O acusado enfrentará os trâmites legais correspondentes e responderá pelas acusações que lhe são imputadas. A comunidade local acompanha o caso com atenção, esperando que a justiça seja plenamente feita.

Informações/Imagem: Delegado Thiago Andrade, e portal Clique

Comentários estão fechados.

Veja Também

Palmeira – Homem é preso suspeito de estupro contra seu enteado de apenas três anos

A Equipe da Delegacia de Polícia Civil de Palmeira, na manhã desta quarta-feira (10), pren…