Home Geral Frente fria vai provocar chuvas de 200 mm; Inmet diz onde e quando

Frente fria vai provocar chuvas de 200 mm; Inmet diz onde e quando

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Além das chuvas, a passagem da frente fria vai provocar rajadas de vento que podem ultrapassar os 70 km/h, com possibilidade de granizo

Nos próximos dias, uma frente fria de proporções consideráveis promete desencadear uma série de eventos climáticos adversos no Sul do Brasil, alerta o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Prevê-se que as regiões mais impactadas sejam o Rio Grande do Sul e o extremo sul de Santa Catarina, com chuvas abundantes e ventos intensos.

De acordo com a previsão do Inmet, entre esta sexta-feira (26) e sábado (27), espera-se um volume de chuva entre 50 e 100 milímetros no Rio Grande do Sul. Essa precipitação é significativa e pode trazer consigo uma série de problemas, incluindo inundações e deslizamentos de terra.

A partir do fim do sábado, a frente fria ganhará força, intensificando a instabilidade e resultando em chuvas ainda mais intensas na maior parte do Rio Grande do Sul. Espera-se também a ocorrência de rajadas de vento que podem ultrapassar os 70 km/h, com possibilidade de granizo em algumas áreas isoladas. Essas condições climáticas preocupantes devem persistir até o dia 2 de maio, com acumulações de chuva previstas acima de 200 mm ao longo desse período, especialmente nas regiões mencionadas.

Além das chuvas volumosas, outro aspecto importante a ser observado é a mudança brusca nas temperaturas. Após o aumento das temperaturas no sábado, uma queda significativa será registrada a partir do fim do mesmo dia e ao longo do domingo, principalmente nas áreas afetadas pela frente fria.

A frente fria permanecerá semi-estacionária no norte do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina no dia 28 de abril. Entre os dias 29 de abril e 1° de maio, uma área de baixa pressão atmosférica intensificará a formação de novas áreas de instabilidade, agravando ainda mais a situação.

A partir do final do dia 1° de maio e ao longo do dia 2 de maio, uma massa de ar frio avançará pelo Rio Grande do Sul, deslocando a frente fria em direção a Santa Catarina e ao sul do Paraná, onde são esperadas mais chuvas intensas.

O Inmet destaca a importância de acompanhar as atualizações da previsão do tempo e os avisos meteorológicos, e enfatiza que as características especiais desse fenômeno no Sul do Brasil requerem precaução e vigilância por parte da população.

O Que Esperar?

  • Chuva Volumosa: Entre 50 e 100 mm no Rio Grande do Sul, com possibilidade de ultrapassar 100 mm em algumas regiões. No extremo sul de Santa Catarina, os volumes também podem ser significativos.
  • Chuva Forte e Rajadas de Vento: A partir de sábado (27), com a passagem da frente fria, a instabilidade se intensifica. Rajadas de vento podem superar 70 km/h e há possibilidade de granizo em áreas isoladas.
  • Acúmulo de Chuva Acima de 200 mm: Até o dia 2 de maio, a chuva persistente pode levar ao acúmulo de mais de 200 mm.
  • informações: Canal Rural
Comentários estão fechados.

Veja Também

Nova frente fria atinge o Sul do Brasil com chuvas intensas, temporais e ressaca

Uma nova frente fria avança pelo Sul do Brasil, trazendo consigo um clima severo que inclu…