Home Notícias Regionais Diocese de União da Vitória divulga Nota Oficial sobre precauções nas igrejas sobre o Novo Coronavírus

Diocese de União da Vitória divulga Nota Oficial sobre precauções nas igrejas sobre o Novo Coronavírus

0

ORIENTAÇÕES DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA ACERCA DAS
MEDIDAS RELATIVAS A ATUAL PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

Estamos vivendo há algum tempo o enfrentamento da gripe causada pelo
Coranavírus, COVID-19. Apesar da seriedade deste momento, o mesmo não deve
ser vivenciado com desesperos, mas com a união de todos em torno das medidas
mais adequadas, bem como o testemunho de uma fé confiante e corajosa.
A fim de dar nossa contribuição na luta que já começamos a empreender, a
Diocese de União da Vitória oferece aos fiéis as seguintes orientações:
1. Que sejam seguidas atentamente as recomendações do Ministério da Saúde
no tocante aos cuidados já conhecidos, os quais queremos reforçar:

 A correta higienização das mãos. Recomendamos também a
presença de álcool em gel nos locais de celebração das missas,
bem como nas secretarias e outros ambientes públicos das
paróquias.
 Que a comunhão eucarística seja recebida usando-se sempre as
mãos.
 Que não haja o abraço da paz e se evitem apertos das mãos em
qualquer cerimônia.

2. Que se evitem as aglomerações de fiéis com eventos cujo número de pessoas
ultrapasse a capacidade permitida pelo governo estadual do Paraná, ou seja, 50
pessoas, conforme decreto expedido no dia 16/03/2020, e que se adapte esta
orientação caso haja alguma outra norma oriunda do governo da cidade onde se
encontra a paróquia. Assim, ficam adiados, por tempo indeterminado, festas
religiosas, encontros ou reuniões de Pastorais ou Movimentos que contemplem
número maior de pessoas do que o acima exposto.

3. As missas deverão contemplar o número máximo de fiéis segundo a orientação
do governo estadual (50 pessoas) ou seguir a recomendação do governo

municipal onde a paróquia se encontra, caso haja orientação diferente por parte
do mesmo. Que se mantenha sempre uma distância segura entre as pessoas.
Pedimos a compreensão de todos em respeitar tais normas, pelas quais a Igreja
zelará.
4. Ficam dispensados do preceito dominical da participação nas missas, os
idosos, doentes e grupos de riscos, bem como pessoas que se encontram com
algum sintoma de gripe ou que tiveram contato com alguém que os esteja
portando. O preceito dominical da missa, nestes casos, enquanto durar a
pandemia, poderá ser cumprido em casa, através das missas transmitidas pelos
meios de comunicação tais como rádios, tvs e internet.
Fica facultado aos padres mais idosos ou que estiverem nos grupos de risco a
celebração pública da missa e demais sacramentos, enquanto houver o perigo de
contaminação pelo COVID 19.
5. Os encontros de catequese de crianças, adolescentes e jovens ficam
cancelados pelo período inicial de 15 dias, podendo tal cancelamento ser
prorrogado posteriormente.
6. Recomenda-se que, em vez dos mutirões de confissões, sejam estendidos os
horários de confissões, a fim de se evitar aglomerações, sem, no entanto, deixar
de se oferecer o Sacramento.

7. Estas orientações deverão ser atualizadas, caso haja necessidade, para se
adequarem às orientações das instituições governamentais responsáveis pelo
gerenciamento da atual crise sanitária.
8. Que todos intensifiquem as orações recomendadas pela Igreja, em especial se
unam hoje, conforme convite da CNBB, ao Terço da Esperança e da
Solidariedade, cuja recitação se dará pelos meios católicos de mídia. Que,
sobretudo a Leitura Orante da Palavra de Deus e o Santo Rosário, possam ser
grandes armas da nossa fé, a fim de nos fortalecermos e pedirmos as graças
divinas para este momento de provação.
Certos da vitória que Deus nos concederá e atentos ao necessário e responsável
empenho de todos com a vida, dom e compromisso, recomendamo-nos ao
Senhor, contando com a materna intercessão da Virgem Maria, Mãe da Igreja.

União da Vitória, 18 de março de 2020.
Dom Walter Jorge Pinto
Bispo Diocesano de União da Vitória

Comentários estão fechados.

Veja Também

Volta às aulas: primeiras cidades que receberiam o plano-piloto são Irati, Guarapuava ou União da Vitória