Home Política Regional Corujão da vacinação é nova estratégia para ampliar campanha no Paraná

Corujão da vacinação é nova estratégia para ampliar campanha no Paraná

0
clique aqui e receba nossas notícias:

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira no Palácio Iguaçu que a campanha de vacinação no Paraná vai até a meia-noite a partir dos próximos dias em alguns municípios, esforço que se soma à campanha de domingo a domingo para agilizar a imunização no Estado. A ideia é acelerar a aplicação das doses que estão disponíveis. O Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19 começou a ganhar novo corpo com a chegada de mais vacinas e a perspectiva de alcançar mais públicos prioritários num futuro próximo, como pessoas com comorbidades e profissionais da educação. Até a manhã desta terça-feira 1.213.773 pessoas tinham sido imunizadas no Estado com a primeira dose e 266.704 com a segunda dose, segundo o Vacinômetro, o que significa que 11,62% da população geral foi imunizada. De acordo com o governador Ratnho Junior, a intenção é ir até meia-noite em alguns municípios que precisam desse apoio.

 

O governador também disse que o Paraná está entre entre os dez estados que vacinam mais rapidamente a população.

 

O governador frisou que o Paraná formalizou a intenção de compra de 16 milhões de imunizantes e ainda aguarda posicionamentos dos laboratórios. A negociação está sendo feita pelo Consórcio Paraná Saúde. O Governo do Estado também aderiu ao movimento Unidos pela Vacina para facilitar a distribuição de imunizantes e insumos a todos os brasileiros até o final do ano, com objetivo de agregar esforços das iniciativas pública e privada. Ratinho Junior fez um balanço da vacinação no Paraná. Ele citou que o Estado está auxiliando os municípios com insumos, política que começou antes mesmo da vacinação, com a preparação das 1.850 salas e treinamento dos vacinadores. Já foram entregues 11 milhões de agulhas e seringas e outras 34 milhões estão em licitação, com investimento de quase 20 milhões de reais. Ele também afirmou que já foram adquiridos 21 câmaras para conservação de imunizantes, 23 unidades de ar-condicionado, 24 freezers comuns e quatro contêineres para conservação de vacinas. Ainda estão em licitação mais 110 câmaras de conservação. O investimento ultrapassa 15 milhões de reais e permite ao Estado se antecipar para o momento da chegada de lotes maiores do Ministério da Saúde.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Política local: Secretária de Saúde agradece apoio e incentivo da Câmara, no combate ao Covid-19 no município

Durante a reunião ordinária do Poder Legislativo de Rebouças, na noite de 22 de junho, vár…