Home Notícias Regionais Castrapet estará em Rio Azul nesta quarta, 11 de janeiro

Castrapet estará em Rio Azul nesta quarta, 11 de janeiro

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Resultado de um trabalho conjunto entre administração municipal, por meio do vice-prefeito Jair Boni, e dos vereadores Rita Boni, e Sergio Mazur; Rio Azul está sendo contemplado com a vinda ao município, nesta quarta-feira,11 de janeiro, do Castrapet, programa de esterilização gratuita de animais, onde estão programadas mais 110 castrações de animais (entre gatos e cães).

O trabalho será realizado na quadra de esportes das antigas instalações da Escola Vanda Hessel.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Jair Boni lembrou e enalteceu o trabalho realizado pelo projeto Rio Patas. “Não é uma ONG, mas uma união de pessoas preocupadas com a situação. São protetores de animais abandonados e muitas vezes vítimas de maus-tratos por seus tutores. Então esse grupo, vive de doações para poder realizar seu trabalho. Ou seja, são pessoas que doam parte de seu tempo para tentar melhorar a qualidade de vida desses animais, e retirar das ruas os que estão em situação de abandono. E nesse trabalho, a prefeitura tem buscado fazer sua parte, oferecendo o trabalho de esterilização desses animais, para evitar o aumento populacional”, frisa o vice-prefeito Jair.

De acordo com ele, até agora já foram realizadas aproximadamente 350 esterilizações de animais recolhidos em Rio Azul.

O prefeito Leandro Jasinski também destacou a importância desse trabalho. “ É uma preocupação que todos temos. Por isso é o resultado da parceria entre os integrantes do projeto, dos vereadores, do poder executivo, da área de assistência social junto às famílias cadastradas nos programas sociais, que tem animais, mas não possuem renda para custear esse tipo de intervenção. Para tanto, contamos com a parceria do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, qual intermediou a vinda ao município, desse Castrapet”, lembrou o prefeito Leandro.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O programa é executado pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria Estadual do Desenvolvimento Sustentável (Sedest).

O número de filhotes varia de acordo com o porte do pet, idade e estado de saúde da mãe. Mas se tomarmos como exemplo que em cada cria, uma cadela tenha cinco filhotes; em uma população de 350 animais; somente na primeira cria serão 1.750 filhotes.

Desta forma, em média, uma cadela tem dois períodos reprodutivos anuais, podendo gerar duas ninhadas por ano. O que daria 3.500 animais a mais por ano, se tomarmos por base  a quantidade de 350 animais.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

 

Comentários estão fechados.

Veja Também

Eleição para Direção do Hospital de Caridade Dona Darcy Vargas em Rebouças terá Chapa  Única

No dia 21 de julho, às 13h no plenário da Câmara de Vereadores será a eleição para a nova …