Home Política Bolsonaro disse que não aceitaria impeachment por causa de exame e usaria as Forças Armadas

Bolsonaro disse que não aceitaria impeachment por causa de exame e usaria as Forças Armadas

0

Na reunião ministerial do dia 22, Jair Bolsonaro disse também que não aceitaria ser alvo de “impeachment” por causa da divulgação de uma “porcaria de exame” de Covid-19.

E ressaltou que ele é quem “comanda as Forças Armadas” e as usaria se preciso “para evitar um golpe”.

Em reunião, Bolsonaro chamou Doria de ‘bosta’
Fontes que assistiram ao vídeo da reunião ministerial de 22 de abril afirmam que, na ocasião, Jair Bolsonaro chamou de “bosta” João Doria, seu adversário político.

O presidente, sempre segundo essas fontes, também chamou de “estrume” pessoas do governo do estado do Rio –chefiado por outro inimigo seu, Wilson Witzel. Em outros trechos,  Damares Alves falou na prisão de governadores e prefeitos, e Abraham Weintraub defendeu que os ministros do STF fossem presos.

(oantagonista)

Comentários estão fechados.

Veja Também

COMENTÁRIO: Importância e cuidados da propaganda eleitoral na internet