Home Política AGRICULTURA FAMILIAR AVANÇA NAS FEIRAS E EXPOSIÇÕES NO PARANÁ, AFIRMA DEPUTADO LUIZ CLAUDIO ROMANELLI (PSD)

AGRICULTURA FAMILIAR AVANÇA NAS FEIRAS E EXPOSIÇÕES NO PARANÁ, AFIRMA DEPUTADO LUIZ CLAUDIO ROMANELLI (PSD)

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSD) disse nesta segunda-feira, 29, que a reserva de grandes espaços no Show Rural em Cascavel para a agricultura familiar, olericultura, fruticultura e artesanato mostra o avanço da agroecologia no Paraná como atividade econômica robusta longe do período chamado de agricultura de subsistência. “Para o Show Rural, uma grande feira de agronegócio, se dobrar aos pequenos produtores é porque os mercados nacional e internacional cobram por comida mais saudável, orgânica e sustentável”.

O Show Rural Coopavel entre 5 a 9 de fevereiro – com 600 expositores em uma área de 720 mil metros quadrados e 300 mil visitantes – terá destaques como a Feira da Agricultura Familiar, Feira de Artesanato, espaço para manejo de olericultura e a Vitrine de Fruticultura. “As regiões do noroeste e norte têm na produção de frutas, olericultura e da agricultura familiar entre as suas principais atividades de referência nacional e internacional, através de registros de indicações geográficas e de selos de qualidade”, disse Romanelli.

De atividades segmentadas – com calendários, eventos e encontros próprios -, a agroecologia tomou corpo e presença nas feiras realizadas na maioria das cidades paranaenses. “Estou sempre presente nas cidades do Noroeste, norte pioneiro, norte e campos gerais e os estandes da produção orgânica e sustentável vem ganhando mais espaços e preferência entre os visitantes consumidores”, apontou o deputado.

Espaços

No Show Rural, o Pavilhão da Agricultura Familiar de 450 metros quadrados terá 42 expositores de 23 cidades paranaenses. Entre os produtos disponíveis estarão embutidos, defumados, queijos, iogurtes, pães, cucas e biscoitos, doces, geleias, mel, derivados da cana-de-açúcar (como as rapaduras), vinhos, cachaças, sucos, temperos, frutas desidratadas, licores, cafés, entre outros. Além da exposição, o Ministério de Desenvolvimento Agrário vai orientar pequenas agroindústrias interessadas em aderir ao Selo Nacional da Agricultura Familiar.

Já a Feira de Artesanato é um espaço exclusivo para exposição e comercialização de artesanatos produzidos na região. São 26 expositores. Participam desta edição associações e cooperativas, grupos de artesãos vinculados a programas sociais municipais e nove artesãos individuais rurais. O destaque será um setor com peças produzidas pelos povos indígenas de três cidades da região oeste.

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná terá um espaço de olericultura que mostrará o manejo adequado para o bom desenvolvimento das culturas. Já a Vitrine de Fruticultura apresentará uma variedade de espécies selecionadas e cultivadas por uma equipe de especialistas de extensão e de pesquisa. Eles estarão à disposição para orientar produtores. A vitrine não apenas celebra os avanços no segmento, mas também reconhece sua importância no contexto da agricultura familiar. As espécies de destaque incluem abacate, acerola, amora-preta, atemóia, banana, caqui, citros, figo, goiaba, manga, pitaya e uva.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Romanelli ressalta sustentabilidade da fábrica da Ambev em Carambeí

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) participou nesta quinta-feira, 13, do lançamento d…