Home Saúde Adolescentes se alimentaram mal e ficaram mais tempo na frente da TV durante a pandemia

Adolescentes se alimentaram mal e ficaram mais tempo na frente da TV durante a pandemia

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Consumo de alimentos não saudáveis aumentou em ao menos dois dias na semana entre os adolescentes durante a pandemia de Covid-19.

Também cresceu em QUATRO POR CENTO a ingestão de pratos congelados e no mesmo índice, a de doces e chocolates.

Pesquisa realizada pela Unicamp, Fiocruz e Universidade Federal de Minas apontou que meninas comeram mais doces e chocolates: 58 POR CENTO dos entrevistados.

Na contrapartida, em 40 POR CENTO das respostas não houve prática de atividades físicas por uma hora em nenhum dia da semana. O índice dobrou na comparação com o período anterior à pandemia.

Mais de 60 POR CENTO dos adolescentes relataram ficar QUATRO HORAS OU MAIS diante do computador, tablete ou celular.

Na faixa etária entre 16 e 17 anos esse índice atinge 70 POR CENTO.

O tempo sedentário, sentado diante da TV ou em jogos de videogame, aumentou em cerca de DUAS HORAS: passou de pouco mais de TRÊS para CINCO horas.

A pesquisa denominada Convid Adolescente foi realizada em duas etapas. Primeiro, numa amostragem com os pais, e depois, por meio de questionário respondido anonimamente pelos jovens.

Comentários estão fechados.

Veja Também

Rebouças – Secretária de Saúde rebate comunicado do Hospital Darcy Vargas

Ela contesta a publicação do hospital, que a alegada justificativa para a demora no atendi…