Home Notícias Regionais A Crise do Hospital Dona Darcy Vargas: A “insistência” em querer ficar gera um “levante popular” em Rebouças

A Crise do Hospital Dona Darcy Vargas: A “insistência” em querer ficar gera um “levante popular” em Rebouças

0
AGÊNCIA REBOUÇAS- Rua: José Afonso Vieira Lopes, 303 - Centro, Tel (42) 3457-1100

Análise da Situação Atual e a Urgência de Mudanças na Diretoria Frente à Insatisfação da Comunidade

Sejamos sinceros: o que estamos vendo e vivenciando nos últimos dias em Rebouças, no mínimo, já entrou para a história deste município. Nunca se viu em Rebouças algo igual!

Analisemos a situação atual ipsis litteris, no tocante à verdadeira novela em que se transformaram os fatos que permeiam a insistência da direção do Hospital Dona Darcy Vargas.

De todos os centenas de depoimentos em grupos de WhatsApp, de depoimentos e narrativas de profissionais que trabalham dentro daquela casa hospitalar (feitas a este jornalista), das dívidas que literalmente soterram o hospital, nesse momento, a pergunta correta a fazer é: os fatos apontam que os atuais membros estão na direção do hospital há pelo menos oito anos, e só agora se deram conta dos erros e irregularidades? Difícil de digerir isso!

Sejamos sinceros, onde estavam durante todo esse tempo? É impossível, em qualquer momento, dizer “desconhecimento sobre a situação do hospital”, o qual está literalmente com sua saúde financeira e estrutural na UTI.

E mais: se ficaram ausentes durante todo esse tempo, por que agora a disposição em querer resolver todos os problemas?

Se querem mesmo salvar o hospital, sabem que o credor não negocia com nenhum membro dos atuais integrantes (conforme já várias vezes noticiado por este jornalista). E quem sofre com essa “birra diretiva”? A população, claro!

Por que então insistir em querer ficar em um lugar, mesmo sabendo que, pelo que já se viu, a grande maioria dos colaboradores voluntários deseja a troca dos integrantes da diretoria? Não bastasse isso, a “insistência em permanecer” fez eclodir um levante popular jamais visto em Rebouças, de pessoas buscando saber onde havia listas (de abaixo-assinado) que visam a destituição da atual diretoria do hospital, tanto na área urbana quanto na rural.

Independentemente de quem sejam os integrantes da atual gestão daquela casa hospitalar, qual o motivo que os leva a não atender a vontade desse verdadeiro “levante popular”, que aliás recebeu o nome de “Mobilização Hospital Dona Darcy Vargas”, no qual, como exemplo,  conta com 760 participantes (grupo de WhatsApp), além de inúmeras outras pessoas, ou seja, é a população se mobilizando para mudar algo com que está insatisfeita!

Bem! A conclusão que se faz é: se quem está na composição da atual direção do hospital REALMENTE quer “ajudar” a instituição, por que não fazem agora uma boa ação e saem da diretoria?, correspondendo assim aos anseios de grande parte da população e dos colaboradores voluntários. Eis a questão!

Claro, caso algum dirigente atual ou seu representante queira se manifestar, estamos à disposição para entrevista, ao vivo pela internet, para que a possam responder livremente estes e outros questionamentos recebidos, ao longo dessas semanas.

Clayton Aristócrates Molinari Burgath
Jornalista, Cidadão Benemérito de Rebouças, Membro da Academia de Letras, Artes e Ciências do Centro Sul do Paraná

Comentários estão fechados.

Veja Também

SOBRE HOSPITAL – Prefeitura ingressa com petição pela nulidade do Mandato Irregular da Diretoria

Prefeitura contesta prolongamento indevido do mandato e irregularidades eleitorais. Destaq…