Home / Economia / Salário mínimo ideal deveria ser de R$ 3.928,73

Salário mínimo ideal deveria ser de R$ 3.928,73

O Dieese divulgou nesta quarta-feira (6) o salário mínimo ideal para sustentar uma família de quatro pessoas no Brasil. Segundo a instituição, o brasileiro deveria receber por mês R$ 3.928,73, ou seja, quase quatro vezes mais o valor do mínimo atual (R$ 998).

Segundo o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, a grande diferença entre os valores ideais se dá porque o salário mínimo brasileiro não acompanha a economia do país ao longo dos anos.

“Olha, primeiro porque o salário mínimo, ele não acompanha, ou não acompanhou ao longo dos anos o crescimento da economia brasileira. E, apesar da constituição definir que o salário mínimo deve atender às necessidades básicas do trabalhador e de sua família, o salário mínimo sofreu um baita arrocho”.

O valor é calculado de acordo com o preço da cesta básica mais cara entre as 18 capitais pesquisadas. Em dezembro, o maior valor foi de R$ 467,65, registrado em São Paulo. Os menores valores foram observados em Recife (R$ 348,85) e em Natal (R$ 351,83).

Todos os meses, o Dieese divulga uma estimativa de quanto seria necessário para sustentar uma família com gastos de moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e Previdência Social.

O aumento do salário mínimo neste ano foi de R$ 44, o que significa um aumento de 4,6% em relação a 2018. No entanto, o valor ainda ficou abaixo dos R$ 1.006 aprovados pelo Congresso para o Orçamento deste ano.

Sobre CLAYTON ARISTOCRATES MOLINARI BURGATH

Jornalista, Membro da Academia de Letras, Artes e Ciências do Centro-Sul do Paraná. Assessor de Imprensa e Comunicação

Veja Também

Calor provoca aumento do consumo de energia elétrica no Paraná

Espalhe por ai:

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.