Home / Saúde / Rebouças: secretária de Saúde chama atenção para o início do Fevereiro Laranja, voltado para o alerta sobre a leucemia

Rebouças: secretária de Saúde chama atenção para o início do Fevereiro Laranja, voltado para o alerta sobre a leucemia

De acordo com a secretária de Saúde de Rebouças, Tania Selhosrt, o mês de Fevereiro será voltado para o alerta sobre a leucemia, um dos tipos mais comuns de câncer, com mais de 250 mil casos por ano no país, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). “A ideia é acender o alerta para a importância da prevenção, além da doação de medula óssea”, comentou a secretária.
Os principais tipos de leucemia são: Leucemia linfocítica aguda (ALL); Leucemia mielóide aguda (AML); Leucemia linfocítica crônica (CLL); Leucemia mielóide crônica (LMC)
Tania comentou que as causas das leucemias se originam de uma alteração genética adquirida, ou seja, não hereditária. “ A divisão e morte celular são controladas por informações contidas nos genes, dentro dos cromossomos. Erros que acontecem no processo de divisão da célula podem causar uma alteração genética que ativa os chamados oncogenes, que promovem a divisão celular, ou que desativam os genes supressores de tumor, responsáveis pela morte celular (apoptose)”, informa.
Em ambos os casos há, então, multiplicação exagerada de uma mesma célula, levando ao surgimento do clone (câncer).
Na maioria das vezes, os sintomas de leucemia são vagos e não específicos. Por isso muitas pessoas acabam confundindo com uma gripe e outras doenças comuns.

“Por isso é importante que as pessoas sempre procurem manter uma rotina de exames, pois a prevenção sempre é o melhor remédio, e no caso d câncer, quanto antes for diagnosticado, melhores serão as chances de cura”, conclui a secretária.

Sobre CLAYTON ARISTOCRATES MOLINARI BURGATH

Jornalista, Membro da Academia de Letras, Artes e Ciências do Centro-Sul do Paraná. Assessor de Imprensa e Comunicação

Veja Também

Alerta: Quarto caso de febre amarela é confirmado no Paraná

Espalhe por ai:

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.