Home / Política / Jair Bolsonaro e Fernando Haddad se articulam em busca de apoio

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad se articulam em busca de apoio

Os próximos dias serão fundamentais para a definição do cenário de alianças na disputa pela Presidência da República. Tanto a campanha de Jair Bolsonaro, do PSL, quanto a de Fernando Haddad, do PT, se articulam em busca de apoio dos que foram derrotados no primeiro turno. O aceno mais valioso neste momento é o de Ciro Gomes, que foi o terceiro colocado com mais de 13 milhões de votos. Nesta segunda-feira ele se reuniu com os líderes do PDT no apartamento onde mora, em Fortaleza. E o presidente nacional do partido, Carlos Luppi, tratou de antecipar a decisão que será anunciada :

Quinto colocado nas eleições, João Amoêdo, do Novo, afirmou que não vai apoiar o PT. Mas em entrevista à Rádio Bandeirantes disse que o diretório nacional da sigla ainda vai discutir se manifestará voto no candidato do PSL. Ele não descarta a possibilidade de manter a neutralidade no segundo turno:

Uma reunião da executiva do PSDB decidirá nesta terça-feira, em Brasília, os rumos do partido e de Geraldo Alckmin no segundo turno. Um dos principais nomes da legenda, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso já manifestou, porém, que não irá apoiar nem Bolsonaro nem Haddad. Segundo ele, nenhum dos dois representa os pensamentos ou temas que preza serem importantes para o país.

Sobre CLAYTON ARISTOCRATES MOLINARI BURGATH

Jornalista, Membro da Academia de Letras, Artes e Ciências do Centro-Sul do Paraná. Assessor de Imprensa e Comunicação

Veja Também

Presidente do MDB no Paraná, Requião convoca eleição para diretório estadual do partido

O senador Roberto Requião, presidente do Partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Paraná, convocou eleições ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.